Americana vence batalha legal por sobrenome de 36 letras em documento

Americana vence batalha legal por sobrenome de 36 letras em documento
19 setembro 15:15 2013 Imprimir

americana documentoUma americana do Estado do Havaí, cujo sobrenome tem 36 letras e 19 sílabas, ganhou uma batalha jurídica para ter o nome completo impresso em seus documentos.

O nome completo, Janice Keihanaikukauakahihuliheekahaunaele, é tão longo que não cabia em suas carteiras de motorista e de identidade. Isso teria forçado os órgãos de expedição a imprimirem apenas o sobrenome, excluindo seu primeiro nome.

Ela conta que começou a campanha para que seu nome completo fosse impresso nos documentos depois de ser parada em uma blitz.

“O policial olhou para a minha carteira e viu que meu primeiro nome não aparecia”, relembra. “Eu expliquei que não era culpa minha se o documento não estava correto e disse que estava tentando incluir meu nome.”

“Ele então me disse: ‘Bem, você pode trocar o nome de casada pelo de solteira’ e isso me magoou muito”, disse Janice, que antes de se casar assinava o curto sobrenome “Worth”.

Mudança na lei

O sobrenome adquirido por Janice quando se casou, em 1992, é tradicional do Havaí e tem origem polinésia. “Nos últimos 22 anos eu vi a cultura havaiana ser esmagada e esse policial tratou meu nome com deboche, como se não valesse nada”.

Depois de comunicar o incidente ao governo estadual, as autoridades anunciaram na última semana que Janice terá novas carteiras de motorista e identidade emitidas até o final deste ano.

A porta-voz do Departamento de Transportes do Havaí, Caroline Sluyter disse que os sistemas de computadores de todo o Estado serão modificados para acomodar nomes mais longos.

“Estamos trabalhando para que o limite de caracteres seja estendido, acredito que para 40, para que o problema seja resolvido”, disse Sluyter.

Janice Keihanaikukauakahihuliheekahaunaele disse que seu sobrenome tem vários significados, entre os quais “aquele que ajuda as pessoas a se focar em uma direção quando há caos e confusão e os auxilia a emergir da desordem”

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.