Com três homicídios registrados este ano, Elizabeth tem um dos menores índices da região

Com três homicídios registrados este ano, Elizabeth tem um dos menores índices da região
10 outubro 17:11 2013 Imprimir

policiaRoger Costa– Enquanto em Newark a criminalidade dispara e já foram registrados 73 homicídios em 2013, até o último fim de semana, a cidade vizinha, Elizabeth, apresenta um baixo índice de homicídios, surpreendendo as estatísticas. Até agora foram registrados apenas 3 homicídios em Elizabeth no ano de 2013: em 8 de maio uma mulher de 48 anos foi enforcada dentro de seu apartamento na Madison Avenue, doze dias depois um homem de 37 anos foi esfaqueado e no último dia 26 de setembro um jovem de 27 anos foi esfaqueado dentro de um Sport Bar lotado.

As autoridades continuam investigando os casos e mesmo que tenham suspeitos nos três casos, nenhuma prisão foi efetuada. Mas há um alívio neste quadro sangrento: Elizabeth é a quarta maior cidade do estado e estes são os únicos registros de homicídios este ano. No final do mês de setembro de 2012, Elizabeth já contabilizava 11 homicídios no que é considerado tradicional na história de atividade criminosa na cidade. Com pouco menos de 3 meses restantes em 2013, Elizabeth está prestes a apresentar o menor índice de homicídios do Estado Jardim e o menor desde 2009, quando foram registrados 5 homicídios.

O Diretor de Polícia James Cosgrove declara que esse fator é um “sinal positivo”. Ao declarar que não existe uma resposta “mágica” para o baixo índice de homicídios, o Diretor aponta que muitas estratégias implantadas pelo Departamento ao longo do ano, ajudaram na prevenção e segurança da comunidade, entre estes, a presença de policiais disfarçados em áreas estratégicas de atividades criminosas, como tráfico de drogas e conflitos entre gangs, além da supervisão de indivíduos com antecedentes criminais conhecidos como “à procura de problemas”. Ele declarou que “estamos tendo sucesso com estas operações”, além de indicar a participação direta de residentes, vereadores e comerciantes, que se uniram ao longo do ano em encontros para discutirem e colocar em prática as estratégias antiviolência. Ele indica ainda que o Prefeito Chris Bollwage tem sido eficaz no atendimento às preocupações e exigências da comunidade e apontou que grande parte da ajuda comunitária foi devido à participação de residentes que antes eram antipolícia, mas que uniram-se às autoridades no combate ao crime. “Estas pessoas tiveram a humildade de unir forças, chegando a esse baixo índice, que é satisfatório”, disse.

Um programa estabelecido por Agentes Sociais, retirando adolescentes das ruas após as 10 da noite e oferecendo programas educacionais, ajudaram no progresso e desenvolvimento destes jovens. A maioria dos crimes teve uma grande redução até agosto, contando-se roubos de carros e assaltos. No entanto assaltos à mão armada tiveram um aumento de 3%, segundo estatísticas divulgadas pela Polícia. O número de homicidios ao redor do Condado de Union apresentou uma redução drástica também: a média é de 28 a 30 homicídios anualmente. Este ano foram registrados apenas 14 até agora, mesmo número registrado de todo o ano de 2009. O baixo índice de homicídios em Elizabeth é um grande contraste com os índices em Newark, onde 73 homicídios já foram registrados, incluindo os 10 assassinatos consecutivos ocorridos na semana anterior ao Labor Day. Newark possui duas vezes mais residentes do que Elizabeth e segundo as autoridades do State Police, infelizmente, as estatísticas é de que o número se eleve e possa até ultrapassar os 96 homicídios registrados no ano passado. Um relatório divulgado revela que a criminalidade em Newark, Jersey City e Trenton, disparou no período entre junho e setembro, tornando estas cidades com o maior aumento de violência no Estado. Desde 1985, Elizabeth vem registrando números baixos de homicídios, com média de 12 assassinatos ao ano e o recorde de 14 fatalidades registradas em 2012. “Nossa estratégia está funcionando, portanto temos que continuar desenvolvendo nosso projeto de combate à violência”, declarou Cosgrove.

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.