Número de mortos em terremoto nas Filipinas passa de cem

Número de mortos em terremoto nas Filipinas passa de cem
17 outubro 09:58 2013 Imprimir

terremoto filipinas

As equipes de emergência tentavam chegar ontem (quarta-feira 16), às comunidades isoladas em duas grandes ilhas do centro das Filipinas, um dia depois do terremoto que provocou pelo menos 107 mortes.

O tremor aconteceu na terça-feira na ilha de Bohol e, segundo a agência nacional de catástrofes naturais, o número de vítimas pode aumentar à medida que as equipes de emergência alcancem as áreas mais isoladas.

O maior número de vítimas foi registrado em Bohol, onde o terremoto provocou deslizamentos de terra e o desabamento de muitos edifícios, incluindo algumas igrejas antigas.

Nove pessoas morreram na ilha de Cebu, vizinha de Bohol. Nenhum turista estrangeiro está entre as vítimas.

— Nossos esforços se concentram agora em conseguir acesso às áreas mais isoladas. Acreditamos que muitas pessoas estão presas e temos que buscá-las — disse o porta-voz da agência, Reynaldo Balido.

Em Loon, cidade costeira de 40 mil habitantes a 20 km do epicentro do tremor, os habitantes caminham pelas ruas desesperados em busca de parentes e lamentam a ausência de ajuda.

Serafin Megallen disse que retirou os escombros de sua casa com as mãos para resgatar a sogra e um primo.

— Estavam vivos, mas morreram depois de três horas. Não recebemos assistências, apenas os vizinhos nos ajudaram — contou.

Um vizinho tentou transportar os corpos até a funerária em uma caminhonete, mas a ponte da região estava destruída. O comboio cruzou o rio de barco. Mas os parentes de Megallen não foram sepultados com uma cerimônia religiosa porque a igreja ficou destruída após o tremor.

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.