Léa Campos: Decepção Total

Léa Campos: Decepção Total
30 outubro 10:13 2014 Imprimir

lea_camposNão vou dizer que estou de luto porque a fé não morre nunca.

Perdemos uma batalha, mas a guerra continua. Não concordo com a divisão que fizeram em nosso país, o que o PT se propôs ele conseguiu, dividir o país em pobres e ricos, os que reelegeram esse governo serão responsáveis pela desgraça que vai ocorrer no país.

Estaremos submetidos a uma ditadura comunista bolivariana, que foi proposta pelo Foro de São Paulo em 1999, quando foi fundado, por FIDEL CASTRO, as FARC, LULA, PT, E TODOS OS ADEPTOS DO COMUNISMO BOLIVARIANO.

Nós que votamos pela mudança teremos que pagar pela ignorância dos que ajudaram a dar o continuísmo desse malfadado governo.

Dizem que a voz do povo é a Voz de Deus, não creio que esta seja a voz de Deus, porque em nenhum momento a campanha petista invocou o nome de nosso Pai Celestial, pelo contrário, ela disse em alto e bom tom: ” farei o diabo para ser reeleita”, Lula disse: ” nem o diabo vai nos derrotar”.

Venho alertando ao longo da estadia do PT no governo, que precisávamos tirá-lo, poder, nunca tivemos uma oportunidade como esta.

O que mais me decepcionou, foi que meus conterrâneos por picuinha deram as costas para a democracia.

São pessoas que não têm a mínima ideia do que é estar sob um regime de ditadura, e menos ainda de ditadura comunista. O que tivemos em 64 foi uma intervenção militar, se houvesse sido ditadura militar eles teriam desaparecido com Dilma e toda a sua corja de comunistas, ditador não tortura, mata.

Ainda podemos fazer esse quadro reverter, basta que algum brasileiro entre com um pedido para investigar os votos  do exterior.

O resultado publicado pelo TSE diz respeito ao total apurado no Brasil, e os votos dos que votaram fora do Brasil para onde foram?

Em todas as pesquisas que fiz nos EEUU e em outras partes do mundo onde os brasileiros votaram, Aécio arrebentou a Dilma.

Temos que buscar a forma de investigar isso.

Minas não pode ser pisoteada pelos brasileiros que votamos em Aécio, o voto do mineiro contra, foi o voto da bolsa, o voto do medo de perder a ajuda, o voto do terror, o voto dos que preferem uma esmola do que um trabalho.

Receber o peixe é mais cômodo que pescá-lo.

Temos ainda uma chance, mas precisamos de união. Não é Aécio, nosso foco, nosso objetivo é a democracia, nossa liberdade.

O que o PT fez, com a aquiescência dos Correios, jogando fora a correspondência enviada pelo PSDB, e usar os funcionários da estatal, pagos por nós, para distribuir a propaganda do PT, é crime eleitoral.

A truculência do PT em colocar carros oficiais para recolher a VEJA no sábado, é uma mostra de como age o comunismo bolivariano.

Em Cuba a imprensa é do governo, não existe nada particular, na Venezuela a mesma coisa, até bancos estrangeiros o governo venezuelano estatizou como foi o caso do Santander, o banco mais importante da Europa.

A Globovision que era particular foi destruída com bombas como fizeram com a EDITORA ABRIL  em São Paulo. Tudo isso são tira-gosto, o forte virá a partir de janeiro.

Os que pensam em novas eleições, ou estão bêbados ou loucos. Isso não vai ocorrer, a partir de agora a presidência será passada aos “cumpanheiros comunistas bolivarianos”, como aconteceu em Cuba que o irmão herdou o poder, como aconteceu na Venezuela em que um amigo de Cháves herdou o poder, e na ditadura que será implantada no Brasil não será diferente.

Fernando Gabeira, foi claríssimo em sua entrevista quando afirmou: ” Não lutávamos contra a ditadura militar, lutávamos pela ditadura comunista”.

Até Sandra Starling, mineira, fundadora do PT, várias vezes eleita deputada, disse na semana passada:” quem vota no PT é ignorante”.

Enfim o pobre escolheu seu destino, e vai pagar pela ignorância, o governo agora não precisa mais deles para se eleger, vão tirar a bolsa miséria e os que votaram com o estômago vão chorar alto.

Sua cabeça sua sentença.

 

Informar é um privilégio, informar corretamente uma obrigação.

Léa Campos

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.