Equipes reconhecem que frio do inverno europeu não oferece condições ideais para testes

by Redação | 26 de fevereiro de 2015 9:31 AM

_formula1

As baixas temperaturas registradas na Espanha neste mês de fevereiro dificultam o trabalho das equipes, mas a questão é mais complexa do que simplesmente trocar o local da pré-temporada

Há 24 anos recebendo o GP da Espanha de F1, o Circuito da Catalunha sempre foi tido como um ótimo local também para testes de pré-temporada. Seletivo, com curvas de todos os tipos e uma longa reta, a pista costuma dar às equipes boas informações a respeito do comportamento dos carros. Mas há um problema: o frio.

As temperaturas vem sendo baixíssimas durante todo o mês de fevereiro na Espanha, raramente passando dos 15ºC. E as manhãs, principalmente, são geladas. Na última sexta-feira, por exemplo, o dia de treinos coletivos em Barcelona começou com os termômetros indicando menos de 3ºC. Nas manhãs em Jerez, no início do mês, o cenário era semelhante.

A questão principal sobre como o frio interfere no trabalho das equipes diz respeito aos pneus. Ao longo da temporada, são raríssimas as vezes em que temperaturas semelhantes são encontradas, portanto o comportamento dos compostos muda bastante. Além disso, o funcionamento dos carros também é diferente sob altas temperaturas.

Source URL: http://www.brazilianpress.com/v1/2015/02/26/equipes-reconhecem-que-frio-do-inverno-europeu-nao-oferece-condicoes-ideais-para-testes/