Estado da Louisiana não realizará casamentos de indocumentados

Estado da Louisiana não realizará casamentos de indocumentados
18 junho 10:22 2015 Imprimir

matrimonio

Legisladores do estado da Louisiana aprovaram na quarta-feira um projeto de lei que proibirá que imigrantes que vivem ilegalmente no país possam se casar naquele estado.

A versão final da proposta de Rep Valarie Hodges foi aprovada por ambas as câmaras e será agora enviada ao governador para a sua assinatura. “A fraude em casamento é a principal maneira de obter um green card”, disse o senador AG Crowe em favor da proposta durante o debate no Senado.

Hodges disse que a lei foi solicitada por juízes e funcionários de tribunais locais em todo o estado para lidar com casamentos. Mas os adversários, incluindo o senador Conrad Appel, disse que a lei é “anti-casamento”, que criará problemas e não soluções. Também disse que não havia “uma epidemia de casamentos” como dizem.

“Se estamos usando o casamento como uma ferramenta de controle de imigração, eu acho que é um erro”, disse Appel, cujos esforços para alterar a proposta foi rejeitada. “Por que estamos tentando resolver um problema que não existe?” Ele perguntou. A proposta de Hodges seria proibir qualquer pessoa de receber uma licença de casamento sem uma certidão de nascimento, um cartão de identificação ou passaporte válido internacionalmente. A medida também exigiria que pessoas com certidões de nascimento em línguas estrangeiras devem levá-los traduzidos.

Mas a parte que gerou mais oposição foi a cláusula que remove o critério do juiz. Sob a lei atual, um juiz pode substituir os requisitos de identificação e permitir que um casal se casem sem documentos adequados.

Embora os imigrantes sejam os mais afetados pela lei, ela também teria um impacto em pessoas nascidas nos Estados Unidos, disse o senador JP Morrell. “Há áreas rurais onde as pessoas ainda assinam com um ‘X’ e nasceram em casa, sem uma certidão de nascimento”, disse ele. Appel previu que isso afetaria casais que vivem juntos e têm filhos sem casar.

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.