‘Viúva negra da web’ da Flórida volta para viver na comunidade

by Redação | 24 de março de 2016 3:49 PM

viuva negra

Alex Strategos estava sozinho e procurava uma namorada quando conheceu Melissa Ann Shepard em um site de relacionamentos online. “Primeiro achei ela muito simpática”, disse Strategos, hoje com 84 anos, à BBC, de sua casa na Flórida. Shepard veio de carro do Canadá e rapidamente passou a morar com Strategos, que a descrevia como uma “mulher de muita classe”.

Mas rapidamente ele descobriu que ela tinha menos classe do que parecia. “Fui para o hospital”, diz. “Ela me mandou para lá.” A relação dos dois foi uma das muitas que acabou levando a mulher, hoje com 80 anos, para a prisão.

Esta semana ela foi liberada após cumprir pena por outro crime do tipo. Foram dois anos, nove meses e 10 dias na prisão por adulterar o café de um novo parceiro, Fred Weeks, seu vizinho em um calmo asilo na Nova Escócia, no Canadá. De acordo com a investigação, ela bateu em sua porta e disse que estava sozinha e ouviu que ele estava sozinho também.

Os dois fizeram uma cerimônia de união civil no quarto dele e saíram de lua de mel para Newfoundland. Segundo a acusação, Shepard deu a Weeks altas doses de sedativo durante a viagem, deixando-o impossibilitado de reconhecer a marcha normal e a marcha ré do carro e a dar partida no veículo quando eles estavam saindo de um ferry.

No dia seguinte ele precisava de uma cadeira de rodas, não conseguia colocar seus sapatos sozinho e não sabia onde estavam as chaves do carro, segundo a denúncia. Mas apenas quando ele foi hospitalizado por cair da cama as drogas foram encontradas em seu organismo e a polícia percebeu que havia algo errado.

Inicialmente, Shepard foi indiciada sob acusação de tentativa de homicídio. Mas ela foi condenada por um crime mais brando, “administração de substância nociva”.

Em entrevista à agência de notícias The Canadian Press na semana passada, Weeks disse que não queria que Shepard se aproximasse dele. Strategos acredita que ela também o drogou, adulterando seu sorvete. Ele diz que ela roubou cerca de US$ 20 mil nas poucas semanas em que ficaram juntos. Ela cumpriu cinco anos de prisão na Flórida após se declarar culpada em 2005 por sete acusações, incluindo um delito equivalente à falsidade ideológica e roubo a pessoa com mais de 65 anos.

Strategos diz que sabia pouco sobre Shepard quando eles se conheceram e que não tinha conhecimento dos crimes que ela cometera antes, inclusive sua condenação em 1992 por assassinato do segundo marido, Gordon Stewart.

A jornalista Barb McKenna se encontrou com Shepard pouco depois de ela sair da prisão por este crime em 1994. Shepard havia cumprido dois dos seis anos da pena por homicídio culposo por drogar Stewart e atropelá-lo duas vezes com o carro. Shepard alegava que Stewart estava tentando estuprá-la quando isto aconteceu.

Source URL: http://www.brazilianpress.com/v1/2016/03/24/viuva-negra-da-web-da-florida-volta-para-viver-na-comunidade/