Herdeira das Casas Bahia é presa por crueldade animal em Boca Raton

Herdeira das Casas Bahia é presa por crueldade animal em Boca Raton
21 abril 10:34 2016 Imprimir

herdeira casas bahia

Uma das herdeiras da popular rede de varejo brasileira Casas Bahia foi presa em Boca Raton, acusada de crueldade contra animais. Eva Lea Klein é acusada de amarrar um fio de autofalante no pescoço e pata traseira de seu cachorro e empurrá-lo no canal de Boca Raton, de acordo com testemunhas, disse o boletim de ocorrência do Boca Raton Police Department.

O incidente aconteceu na manhã de 10 de abril, em Boca Raton, no Silver Palm Park, quando de acordo com a polícia, Eva, de 60 anos, teria amarrado seu cachorro e o empurrado de um deck no canal. A água estava agitada e o cachorro teria morrido afogado se não tivesse sido salvo por testemunhas, disse a polícia.

Testemunhas disseram que ouviram o cachorro chorando por ajuda e com dificuldades de flutuar em um dia de forte correnteza no canal. O cachorro foi resgatado por testemunhas, que chamaram o 911. A Polícia de Boca Raton o entregou para o Controle de Animais.

O microchip no cachorro tinha Richard Ostrovski como o dono, que disse que o animal pertence à sua mãe. Eva foi presa, acusada de crueldade contra animais. Ela pagou fiança de $3 mil dólares e foi solta.

Eva Klein está entre os filhos de Samuel Klein, fundador das Casas Bahia. Ao lado de seus irmãos, ela é detentora de porcentagem das ações da Via Varejo, varejista de eletrodomésticos que reúne as redes Casas Bahia e Ponto Frio.

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.