Músico Marquinhos Mourão é encontrado morto em Newark

Músico Marquinhos Mourão é encontrado morto em Newark
29 julho 13:44 2016 Imprimir

marcus mourao marquinhos

O músico era membro fundador da lendária Banda Brazilian Energy e o corpo foi descoberto em seu apartamento, no bairro do Ironbound, na quinta-feira (28)

Na tarde de quinta-feira (28), foi encontrado no interior do seu apartamento, na Polk St., no bairro do Ironbound, em Newark, o corpo de Marcus Mourão Pontes, de 56 anos, natural de Divinópolis (MG). O músico era membro fundador da Banda Brazilian Energy, fundada no início da década de 80, a pioneira e uma das mais populares na comunidade brasileira em New Jersey. Ao longo de várias décadas, o grupo também se apresentou com diversas estrelas que vieram diretamente do Brasil para se apresentar nos Estados Unidos.

Segundo o também músico Odimar Souto, de 59 anos, natural de Corinto (MG), que tocou com Mourão desde a criação da Brazilian Energy, o amigo e companheiro de palcos era hipertenso e sedentário, sua pressão sanguínea normal era 16 x 12, e recentemente se queixava de dores no maxilar.

“Ele foi o meu parceiro musical e conselheiro. Ele cuidava de todo mundo, mas não cuidava dele mesmo”, comentou Odimar sobre Marquinhos Mourão, como era popularmente conhecido. “Foram 33 anos tocando juntos. Era um irmão”, acrescentou.

. Encontro do corpo:

Aproximadamente, às 6 e meia da manhã, Marquinhos levou de carro a sogra Sandra Soares, natural do município de Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), ao trabalho na cidade de Kearny. Durante o trajeto, o músico queixou-se de pressão sanguínea baixa. Quando Sandra regressou do trabalho com a filha, aproximadamente às 1 e meia da tarde, percebeu que o carro de Mourão estava estacionado no mesmo lugar e tinha uma multa posta no para-brisa. A multa indicava que o veículo não havia sido retirado durante o horário da manhã para a passagem do caminhão de limpeza (vassourinha).

Preocupada, Sandra ligou para o genro, mas não obteve resposta, entrou no prédio e bateu na porta do apartamento, embora também não tivesse resposta, chamou pelo nome de Marcus, insistiu e ninguém atendeu. A porta foi arrombada e o corpo do músico encontrado, já sem vida, no interior do apartamento. Especula-se que ele possa ter sofrido um ataque cardíaco fulminante. Conforme as leis de New Jersey, como o brasileiro não faleceu em um hospital, o corpo será submetido à autópsia no Instituto Médico Legal (Medical Coroner) de Newark, cujo laudo revelará a causa da morte.

. Comunidade artística chora:

Na terça-feira (26), o músico baiano Edgar de Almeida, de 53 anos, radicado em Fort Pierce (FL), perdeu a luta contra um câncer no cérebro. Em meados de 2015, ele havia sido diagnosticado com “Gliomablastoma Multiforme” e submeteu-se à cirurgia para a retirada do tumor. Em novembro do mesmo ano, amigos e outros músicos organizaram um jantar beneficente no restaurante Casa Nova Grill, no bairro do Ironbound, em Newark, onde ele era bastante popular.

. Campanha beneficente:

Comovidos e abalados com a morte súbita de Marquinhos Mourão, amigos organizarão na quarta-feira (3), um jantar beneficente no restaurante Casa Nova Grill, na 264 Ferry St., também no bairro do Ironbound. A verba arrecada será destinada ao pagamento das despesas funerárias. Ainda não foi informado se o corpo será cremado, sepultado nos EUA ou trasladado ao Brasil. Conforme Odimar, “se dependesse da vontade dele, não voltaria ao Brasil”.

A contribuição mínima para o jantar beneficente será de US$ 20 e mais informações sobre o evento poderão ser obtidas através dos tels.: (973) 883-6888, falar com Odimar, ou no próprio Casa Nova Grill: (973) 589-4486.

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.