radio mega



Léa Campos: Lento Como Tartaruga

9/fev/2017 . 10:01


lea

Cristiane, que no momento joga no PSG, além de titular de nossa seleção de futebol, medalhista de prata Olímpica, disse que enquanto no Brasil se discute o futuro do futebol feminino, os demais países crescem.

Concordo plenamente com ela.

A FIFA está obrigando a todos os clubes profissionais brasileiros a criarem a categoria feminina.

É bom lembrar que na década de 80, tão logo foi liberada a prática do futebol feminino no Brasil, quase todos os clubes criaram a categoria.

Em Minas, por exemplo além dos três grandes da capital, tínhamos o Democrata de Valadares, o Guarani de Divinópolis e Tupi de Juiz de Fora.

Nos outros estados o futebol feminino começou forte e aos poucos foi morrendo, o mesmo acontecendo em Minas Gerais.

Quem sonhava com esta categoria, e aí me incluo, perdeu o ânimo por falta de interesse das entidades.

Na Copa Léa Campos, por exemplo, eu pagava o trabalho dos árbitros e auxiliares na tabela dos campeonatos amadores, o que pesou muito, pois não tinha patrocinadores.

Agora a FIFA sai com uma ordem de obrigatoriedade da criação do futebol feminino em seus respectivos clubes, sob pena de não participarem do brasileirão bem como das competições sul-americanas.

Ocorre que estamos no nascimento do ano de 2017 e os clubes terão até 2019 para cumprir a lei.

Não creio que haja necessidade de tanto tempo porque essa categoria já existiu, logo é apenas ressuscitar o que foi criado na década de 80.

Cristiane tem toda razão, se discute muito sobre o mesmo, sem resultado, é preciso mais ação.

Para mencionar o desinteresse dos mentores de dito esporte no Brasil, a goleira do América, único clube com estrutura de futebol feminino, está enfrentando um problema.

Foi convocada pela seleção brasileira, e terá que negociar suas faltas com o empregador, ela trabalha numa empresa em Belo Horizonte, se não conseguir pagar as faltas quando regressar da seleção, as mesmas serão descontadas no salário dela.

Isso é um verdadeiro absurdo, se não houvesse tanto descaso e tanta mesquinharia o resultado seria outro.

Se já foi determinado pela entidade máxima do futebol, o próximo passo é colocar em prática.

Ou que os clubes sejam mais honestos e menos enganadores e digam à FIFA que não estão dispostos a cumprir a ordem.

Quando chegar 2019 dirão que somente no próximo ano poderá haver uma competição.

É muita enrolação.

 

Informar é um privilégio, informar corretamente uma obrigação.
Léa Campos

Comente agora

Comente esta matéria

Apelido:
E-mail:
Site:
Comentário:

Outras matériasvá para homepage

Policiais no Brooklyn disparam fatalmente contra jovem adolescente usando arma falsa

Policiais no Brooklyn disparam fatalmente contra jovem adolescente usando arma falsa

RC- O adolescente Sérgio Reyes de 18 anos foi fatalmente baleado durante confronto com a Polícia na noite de domingo em uma área do Brooklyn.

No Dia do Presidente, americanos saem as ruas para protestar contra o líder da nação

No Dia do Presidente, americanos saem as ruas para protestar contra o líder da nação

RC- O feriado de President’s Day desta segunda-feira (20) nos Estados Unidos tomou dimensoes de protestos ao redor do pais, com milhares de pessoas reunidas em muitas cidades.

Em turnê ao redor do país, Os Mutantes faz apresentação exclusiva no Webster Hall em Manhattan

Em turnê ao redor do país, Os Mutantes faz apresentação exclusiva no Webster Hall em Manhattan

Roger Costa- Formado inicialmente em 1964 por Sérgio Dias, Rita Lee e Arnaldo Baptista como parte do movimento Tropicália, o consagrado grupo de rock psicodélico Os Mutantes, tem sido referência musical, inspiração e influência essencial nos ritmos brasileiros ao longo das décadas.

Casa de espetaculos Le Poisson Rouge em Manhattan abriga Oscar Party 2017 com atrações especiais

Casa de espetaculos Le Poisson Rouge em Manhattan abriga Oscar Party 2017 com atrações especiais

Roger Costa- A grande festa do cinema e dos astros de Hollywood acontece em Los Angeles, mas se voce planeja celebrar os Oscars de maneira mais divertida e a carater, a casa de espetaculos Le Poisson Rogue traz todo o burburinho e emoções da noite estelar para New York.

Movie Review: Fresh and Insightful, Oscar-nominee MY LIFE AS A ZUCCHINI is a delectable Animated Film for adults

Movie Review: Fresh and Insightful, Oscar-nominee MY LIFE AS A ZUCCHINI is a delectable Animated Film for adults

By Roger Costa 9 year-old lonely boy Zucchini, as his mother calls him, spends most of his time hanging in his home’s attic, playing with his kite, drawing bizarre figures that reflects his reality, and collecting cans of beer left all over the house by his compulsive drunken mother.

leia mais

BP Vídeos

Conecte-se!