radio mega



Maioria dos alunos brasileiros não entende o que lê nem acerta contas básicas

16/fev/2017 . 15:39


alunos brasileiros

Programa Internacional de Avaliação de Estudantes incluiu os 35 países-membros da OCDE, além de economias parceiras, como o Brasil.

Quase metade dos estudantes brasileiros (44,1%) está abaixo do nível de aprendizagem considerado adequado em leitura, matemática e ciências. Isso é o que consta no resultado do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), divulgado na terça-feira (6) pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Esses estudantes alcançaram uma pontuação que os coloca abaixo do nível 2, considerado adequado nas três áreas avaliadas pelo Pisa. Separadamente, 56,6% estão abaixo do nível 2 e apenas 0,02% está no nível 6, o máximo da avaliação. Em leitura, 50,99% estão abaixo do nível 2 e 0,14% estão no nível máximo; em matemática, 70,25% estão abaixo do adequado, contra 0,13% no maior nível.

Isso significa que esses estudantes não conseguem reconhecer a ideia principal em um texto ou relacioná-lo com conhecimentos próprios, não conseguem interpretar dados e identificar a questão abordada em um projeto experimental simples ou interpretar fórmulas matemáticas.

O Pisa testa os conhecimentos de matemática, leitura e ciências de estudantes de 15 anos de idade. A avaliação é feita a cada três anos e cada aplicação é focada em uma das áreas. Em 2015, o foco foi em ciências, que concentrou o maior número de questões da avaliação.

No total, participaram da edição do ano passado 540 mil estudantes que, por amostragem, representam 29 milhões de alunos dos países participantes. O Pisa incluiu os 35 países-membros da OCDE, além de economias parceiras, como o Brasil. No país, participaram 23.141 estudantes de 841 escolas. A maior parte deles (77%) estava matriculada no ensino médio, na rede estadual (73,8%), em escolas urbanas (95,4%).

Dados apresentados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Pisa no Brasil, mostram que há no país grande desigualdade entre os estados em relação aos resultados do exame.

Em ciências, o estado que obteve a maior pontuação foi o Espírito Santo, com 435 pontos. O estado com o pior desempenho foi Alagoas, com 360 pontos. De acordo com os critérios da organização, 30 pontos no Pisa equivalem a um ano de estudos. Isso significa que, em média, há mais de dois anos de diferença entre os dois estados. A média do Brasil em ciências foi de 401 pontos.

Em leitura, cuja média do Brasil foi de 407 pontos, e em matemática, cuja média foi 377, 15 estados ficaram abaixo da média nacional: Roraima, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Pará, Pernambuco, Rondônia, Amapá, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Sergipe, Maranhão, Tocantins, Bahia e Alagoas.

Entre os fatores destacados pelo Inep que influenciam o baixo desempenho está o índice de repetência que, entre outras questões, pode desestimular os estudantes. Na avaliação, 36% dos jovens de 15 anos afirmaram ter repetido uma série pelo menos uma vez.

O nível socioeconômico também influencia o desempenho. Alunos com maior nível socioeconômico tendem a tirar notas maiores. Entre os países da OCDE, a diferença entre estudantes com maior e menor nível pode chegar a 38 pontos de proficiência. No Brasil, essa diferença chega a 27 pontos, ou o equivalente um ano de aprendizagem.

Comente agora

Comente esta matéria

Apelido:
E-mail:
Site:
Comentário:

Outras matériasvá para homepage

Policiais no Brooklyn disparam fatalmente contra jovem adolescente usando arma falsa

Policiais no Brooklyn disparam fatalmente contra jovem adolescente usando arma falsa

RC- O adolescente Sérgio Reyes de 18 anos foi fatalmente baleado durante confronto com a Polícia na noite de domingo em uma área do Brooklyn.

No Dia do Presidente, americanos saem as ruas para protestar contra o líder da nação

No Dia do Presidente, americanos saem as ruas para protestar contra o líder da nação

RC- O feriado de President’s Day desta segunda-feira (20) nos Estados Unidos tomou dimensoes de protestos ao redor do pais, com milhares de pessoas reunidas em muitas cidades.

Em turnê ao redor do país, Os Mutantes faz apresentação exclusiva no Webster Hall em Manhattan

Em turnê ao redor do país, Os Mutantes faz apresentação exclusiva no Webster Hall em Manhattan

Roger Costa- Formado inicialmente em 1964 por Sérgio Dias, Rita Lee e Arnaldo Baptista como parte do movimento Tropicália, o consagrado grupo de rock psicodélico Os Mutantes, tem sido referência musical, inspiração e influência essencial nos ritmos brasileiros ao longo das décadas.

Casa de espetaculos Le Poisson Rouge em Manhattan abriga Oscar Party 2017 com atrações especiais

Casa de espetaculos Le Poisson Rouge em Manhattan abriga Oscar Party 2017 com atrações especiais

Roger Costa- A grande festa do cinema e dos astros de Hollywood acontece em Los Angeles, mas se voce planeja celebrar os Oscars de maneira mais divertida e a carater, a casa de espetaculos Le Poisson Rogue traz todo o burburinho e emoções da noite estelar para New York.

Movie Review: Fresh and Insightful, Oscar-nominee MY LIFE AS A ZUCCHINI is a delectable Animated Film for adults

Movie Review: Fresh and Insightful, Oscar-nominee MY LIFE AS A ZUCCHINI is a delectable Animated Film for adults

By Roger Costa 9 year-old lonely boy Zucchini, as his mother calls him, spends most of his time hanging in his home’s attic, playing with his kite, drawing bizarre figures that reflects his reality, and collecting cans of beer left all over the house by his compulsive drunken mother.

leia mais

BP Vídeos

Conecte-se!