Operação Mar de Lama em Governador Valadares completa um Ano e apenas um Vereador permanece preso

Operação Mar de Lama em Governador Valadares completa um Ano e apenas um Vereador permanece preso
27 abril 10:42 2017 Imprimir

Nesse mês de Abril a Operação Mar de Lama em Governador Valadares completou 1 ano. A Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal e GAECO (Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado) investigam o envolvimento de empresários, secretários municipais, servidores públicos, dirigentes de autarquias, políticos e vereadores do município em crimes de corrupção, fraude a licitações e outros crimes.

Dentre os 14 vereadores acusados, o único que permanece preso é Ricardo Assunção.

Em reportagem exibida no programa MGTV 2ª edição, o promotor do caso, Evandro Ventura, afirma que “o motivo da prisão de Ricardo Assunção não foi só por ser vereador, mas também pelo fato de ser jornalista e ter o poder do microfone”.

O Advogado Robert Nogueira Jr., rebate os argumentos e afirma que “não existem motivos para a manutenção da prisão cautelar de Ricardo Assunção, pois a prisão com base na alegação de que o mesmo possui poder de influência pelo fato de ter sido apresentador, e com isso poderia atrapalhar a instrução processual, revela-se ilegal e arbitrária. Indaga se esta condição de jornalista o torna mais perigoso que os demais acusados, haja vista que todos os outros vereadores estão soltos. E por fim afirma que é lamentável esse absurdo que estão fazendo com o ex-vereador e apresentador Ricardo Assunção”.

O processo já está em fase de Alegações Finais, e após, será dada a sentença pela juíza do caso.

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.