Vitória na estreia serve para evitar crise, e Cruzeiro ganha respiro para sequência

Vitória na estreia serve para evitar crise, e Cruzeiro ganha respiro para sequência
18 maio 18:05 2017 Imprimir

A vitória do Cruzeiro sobre o São Paulo por 1 a 0, nesse domingo, no Mineirão, foi importante não só pelos três pontos e pela boa largada no Campeonato Brasileiro, mas também pelo aspecto psicológico. A perda do título mineiro e a eliminação na Copa Sul-Americana incomodaram muito a torcida, os jogadores, a comissão técnica e a diretoria. Portanto, estrear no Brasileirão vencendo, foi fundamental para que a crise não se instalasse de vez na Toca da Raposa II. O volante Hudson falou sobre o trabalho feito na semana para que o resultado positivo fosse alcançado no domingo.

– Foi importantíssimo, porque tivemos duas derrotas que doeram bastante, a gente estava muito confiante, tanto em ser campeão mineiro, como passar pelo Nacional-PAR na Copa Sul-Americana, então claro que dá um baque muito grande. A equipe vinha em uma sequência muito grande, aí a gente já começa a ser contestado, a gente é muito contestado, porque o futebol é muito dinâmica. A vitória e a derrota têm uma distância muito grande no futebol. Então, a gente teve que retomar caminho, concentração de volta em um jogo muito difícil. É uma vitória muito importante, por ser o primeiro jogo, em casa muito importante vencer e sempre roubar pontos fora de casa.

O comentarista da TV Globo e do SporTV, Henrique Fernandes, concorda com Hudson e vai além. Para ele, o bom resultado renova a confiança dos jogadores no trabalho que vem sendo desenvolvido na Toca da Raposa II.

– Foi uma vitória, sem dúvida, muito importante. Para diminuir a pressão e fazer com que os jogadores voltem a confiar no projeto e no modo de atuar do time. Além disso, inicia de forma positiva a principal competição do ano e supera, em campo, o único adversário que havia derrotado o Cruzeiro no Mineirão. Ser forte em casa é uma premissa para qualquer clube que deseje chegar longe em qualquer competição.

Em busca da sequência

O Cruzeiro volta a campo no próximo domingo, às 19h (de Brasília), na Ilha do Retiro, no Recife, para enfrentar o Sport. O fato de ter a semana livre só para treinar é um ponto positivo, na opinião de Henrique Fernandes. O comentarista acredita que o time se fortalece psicologicamente após o triunfo na rodada de abertura.

– É importante, sobretudo, para dar tempo aos jogadores lesionados para se recuperarem. São seis desfalques entre os titulares, o que representa um impacto muito grande a qualquer equipe. O Cruzeiro tem jogos importantes até o fim do mês até para avaliação da sequência do trabalho do Mano. É importante o time chegar forte física e mentalmente ao jogo do dia 1º de junho contra a Chapecoense. Até lá, todo tempo para treinamentos e recuperação é importante.

Outro aspecto que o Cruzeiro pode aproveitar é o fato de o Sport entrar em campo pressionado, após a goleada por 4 a 0 sofrida para a Ponte Preta, na primeira rodada. Henrique Fernandes acha que um bom começo de jogo será fundamental para voltar de Pernambuco com os três pontos.

– Isso tudo pode ter influência nos primeiros minutos do jogo em Recife. Se o Cruzeiro conseguir abrir o placar na Ilha do Retiro, por exemplo, a pressão será ainda maior no adversário. Por outro lado, o Sport sabe que ficou devendo nos últimos dois jogos (Danubio-URU e Ponte Preta, ambos fora de casa) e vai tentar utilizar o mando de campo como trunfo para se reabilitar. Deve ser um time mais ofensivo que o normal no início do jogo lá.

 

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.