Léa Campos: Luto no Rádio Mineiro

Léa Campos: Luto no Rádio Mineiro
31 agosto 09:33 2017 Imprimir

Não é que eu seja supersticiosa, mas agosto é um mês bastante pesado, não creio na existência das bruxas, mas não duvido que estejam por aí.

Minas acaba de perder dois grandes expoentes da radiofonia esportiva.

Willy Gonser que narrava com o coração os gols de seu querido Atlético, nos deixou dia 22 de agosto.

Quero abrir um parêntese aqui, para dizer de meu agradecimento a esse saudoso profissional, pelo apoio que recebi dele durante minha luta para me tornar árbitra de futebol. Gonser me marcou com a frase que me disse nos corredores da Rádio Itatiaia:” suba com suas pernas, nunca use as costas dos demais para chegar ao pódio”, e completou dizendo que eu venceria, e não foi diferente, me transformei na primeira árbitra de futebol profissional no mundo e a primeira da FIFA com direito a apito de ouro, que me foi outorgado por Sir Stanley Ross em 1972, na comemoração do sesquicentenário de nossa Independência e que ficou conhecido como Mini Copa, em sua passagem por Belo Horizonte.

Este apito somente dois árbitros brasileiros receberam: Armando Marques e eu.

Falar sobre Willy Gonser é fácil, profissional de gabarito, atleticano sem reparos, um ser humano maravilhoso e um narrador de futebol como poucos. Ouvir uma narração de Willy era como estar no estádio, a emoção que ele transmitia nos fazia ver o jogo por sua voz.

A outra perda que tivemos foi de Luiz Carlos Alves, que nos deixou dia 24 deste fatídico mês.

Luiz Carlos foi também um grande incentivador que tive e que me dizia sempre para não desistir de meus ideais; “quem luta vence e você vencerá, não desanime”.

Foram muitas as vezes em que conversamos pelo facebook, agora não terei meu informante principal para falar sobre o que ocorre no Brasil, tanto no futebol como na política.

Peço licença aos leitores do Brazilian Press, para enviar meus sentimentos tanto à família de Willy Gonser como de Luiz Carlos, que Deus lhes dê a força necessária para acalmar um pouco a dor da perda, e que Deus os receba em sua Glória.

Descansem em paz, Willy e Luiz Carlos

Informar é um privilégio, informar corretamente uma obrigação.

Léa Campos

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.