Léa Campos: Pioneiro em Perigo

Léa Campos: Pioneiro em Perigo
28 setembro 09:01 2017 Imprimir

As gerações que chegaram nos Estados Unidos em busca do “sonho americano”, depois da década de 80 talvez não conheçam a trajetória deste grande pioneiro que é Benito Romero.

Natural de Minas Gerais, Benito chegou em New York na década de 60 e o único que abriu espaço para os brasileiros e com orgulho divulgar as coisas positivas de nosso país.

Jamais usou as costas de alguém para subir os degraus de sua escalada.

Seus bailes de carnaval marcaram época no Wadorf Astoria e no Hilton Hotel.

Seu maior sonho é ter a “Casa Brasil”, um lugar onde possa receber os brasileiros recém-chegados e ajudá-los em tudo que for possível.

Esperamos que dentro de nossa comunidade exista algum brasileiro com o mesmo amor pátrio de Benito, para levar avante este grande projeto, que mais do que um sonho dele é um sonho de todos nós.

As festas pátrias foram elaboradas por Benito, que nunca visou lucro e a única coisa que queria era divulgar cada vez mais nosso país.

A lavagem da Rua 46, lembrando o que fazem os baianos nas escadarias da Igreja do Senhor do Bonfim, também foi uma iniciativa dele e hoje é feita por outras pessoas.

A estátua de Bonifácio na Rua 41, no Bryant Park, na “Avenida Das Américas”, também é uma vitória de Benito.

Não podemos deixar de mencionar o Brazil American Society, que facilitava nossas vidas quando comprávamos nossas passagens para visitar nosso país, já que eram vendidas a prazo e com desconto, fato que não ocorre hoje.

O primeiro jornal brasileiro editado em New York foi também uma iniciativa desse grande brasileiro, os demais vieram depois.

As noites dançantes no Red Blazer e no Roseland marcaram não somente os jovens como os mais vividos que buscavam no Roseland uma forma de extravasar o stress.

Enfim, se formos mencionar tudo quanto Benito fez pelos brasileiros neste país, o New York Times ficaria pequeno.

Benito está passando por um momento delicado e se encontra internado no Hospital Lagone, localizado no número 550 da Primeira Avenida, Manhattan.

Unamos nossas vozes em prol de nosso pioneiro.

 

Informar é um privilégio, informar corretamente uma obrigação.
Léa Campos

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.