Léa Campos: Futebol é Feito de Resultados

Léa Campos: Futebol é Feito de Resultados
05 outubro 09:15 2017 Imprimir

Jogadoras que promovem rebelião na Seleção “Canarinho” de futebol feminino, mostram que o importante não é nossa bandeira e sim os interesses pessoais de cada uma.

Apoiar quem não deu certo, não beneficia nosso futebol em nada e ainda reclamam que o futebol feminino no Brasil não cresce. Com essa mentalidade de criança birrenta não crescerá nunca.

Rosana, Francielle e Cristiane disseram que não jogam mais pelo Brasil, em meu ponto de vista nem foi tanto em apoio a Emily, Cristiane por exemplo está com 32 anos. Não mostrou o mesmo amor e respeito à seleção evidenciado por Pretinha, por exemplo.

Em 10 meses como técnica, Emily Lima dirigiu nossa seleção em 13 jogos, dos quais venceu 7 perdeu 5 e empatou um, todos jogos amistosos.

Será que podemos apostar em quem não modifica o cenário?

Visando os jogos futuros Vadão, que retornou à seleção feminina, já convocou as meninas que terão a missão de defender nossas cores.

Vadão terá dias difíceis, lutará contra a rebelião que possa aparecer no plantel, mas sua responsabilidade está em fazer o melhor que puder.

Pensando assim nossa seleção fará um torneio amistoso na China, (país onde joga Cristiane), onde enfrentará o anfitrião, México e Coréia do Norte, em uma preparação que visa a Copa América que será realizada em abril do próximo ano.

Evidentemente, que o Mundial Feminino, que terá França como sede em 2019 e as Olimpíadas de Tóquio em 2020 são as prioridades de todos.

Para alegria de todos que queremos ver nossa seleção campeã, o retorno de Marta está garantido.

Abaixo segue a lista das convocadas, a curiosidade fica por conta das jogadoras que atuam no Brasil, duas goleiras e a outra meia campista, o que prejudica o conjunto da obra, pois não atuando juntas fica difícil conseguir entrosamento que buscamos.

Goleiras: Aline, ETO FC, Gyor (Áustria) Bárbara – Kindermann (Brasil) Daniele – Santos (Brasil)

Zagueiras: Bruna Benites – Houston Dash (EUA) Rafaelle – Changchun Volkswagen Exc. Women’s F.C (China) Mônica – Orlando Pride (EUA) Erika – PSG (França)

Laterais: Fabiana – Barcelona (Espanha) Poliana – Houston Dash (EUA) Camila – Orlando Pride (EUA) Tamires – Fortuna Hjorring (Dinamarca)

Meio-campo: Thaisa – Grindavik (Islândia) Andressa Alves – Barcelona (Espanha) Andressinha – Houston Dash (EUA) Maria – Santos (Brasil) Gabi Zanotti – Jiangsu Suning Ladies Football Club (China)

Atacantes: Ludmila – Atletico de Madrid (Espanha) Debinha – NC Courage (EUA) Thais – Hyundai Steel Red Angels WFC (Coreia do Sul) Bia Zaneratto – Hyundai Steel Red Angels WFC (Coreia do Sul) Marta – Orlando Pride (EUA)

Enfim nos resta torcer para que tudo dê certo.

 

Informar é um privilégio, informar corretamente uma obrigação.

Léa Campos

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.