Exército desliga imigrantes alistados nas forças armadas sem explicações

Exército desliga imigrantes alistados nas forças armadas sem explicações
12 julho 11:09 2018 Imprimir

Alguns reservistas e recrutas do Exército dos EUA que se alistaram com a intenção de se naturalizar estão sendo abruptamente desligados, de acordo com informações obtidas pela Associated Press.

A AP não pôde determinar quantos homens e mulheres que se inscreveram através do programa de recrutamento especial foram dispensados ​​do Exército, mas os advogados de imigração disseram que são mais de 40 que foram dispensados ​​ou cujo status se tornou questionável, o que coloca o seu futuro em risco.

“Era meu sonho servir no exército”, disse o reservista Lucas Calixto, um imigrante brasileiro que entrou com uma ação contra o Exército na semana passada. “Como este país tem sido muito bom para mim, achei que era o mínimo que eu poderia fazer para retribuir ao país que adotei.”

Alguns membros do Exército disseram que não foram notificados do motivo pelo qual foram demitidos. Outros que exigiram respostas afirmaram que foram informados de que haviam sido classificados como riscos de segurança porque tinham familiares no exterior ou porque o Departamento de Defesa não havia concluído suas verificações de antecedentes.

Porta-vozes do Pentágono e do Exército disseram que, devido ao litígio em andamento, eles não conseguiram explicar nem responder perguntas sobre se houve mudanças nas políticas de qualquer das forças armadas.

Os imigrantes qualificados são aqueles que têm status legal no país, como visto de estudante, por exemplo. Mais de 5.000 imigrantes inscritos no programa em 2016 e um número estimado de 10.000 estão nas forças armadas. A maioria vai para o Exército, mas alguns também vão para outros ramos militares.

Para se tornarem americanos naturalizados, os membros das forças armadas precisam de uma honrosa designação de serviço, que podem obter mesmo depois de apenas alguns dias no campo de treinamento. No entanto, membros recentemente demitidos tiveram seu treinamento básico para que não pudessem se naturalizar.

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.