Léa Campos: A Liberdade Atrapalha

Léa Campos: A Liberdade Atrapalha
06 setembro 10:32 2018 Imprimir

O torcedor vai perdendo o interesse pelo futebol aos poucos, devido a tanta modificação que nem sempre resolve os problemas que ocorrem em campo.

Antigamente, técnico e toda a comissão ficava no túnel junto com os jogadores reservas e os árbitros não tinham tanta reclamação.

Hoje criaram a zona do técnico fora do túnel e alguns chegam a atrapalhar os jogadores, como foi o caso do Mano Meneses no jogo contra a Chapecoense.

O próprio técnico disse que pode fazer isso, porque estava na área técnica reservada para os técnicos.

Em minha opinião, na época inclusive, comentei sobre o assunto, acho que ele estava errado ao tentar prejudicar a cobrança de uma lateral.

Agora os ingleses querem introduzir os cartões amarelo e vermelho para os técnicos que agirem erradamente e principalmente, os que passam o tempo todo reclamando aos árbitros auxiliares.

É uma indisciplina que precisa ser coibida e ao que parece a forma encontrada é punir os faltosos com cartões na tentativa de conseguir um comportamento exemplar. Para mim é utopia.

A Première League, a Football League e a Football Association, querem ir além das advertências verbais e punir o que chamam de “comportamento irresponsável”.

Os cartões funcionarão como já acontece aos jogadores, ou seja, um amarelo sinalizará a advertência, caso haja o segundo, o técnico será expulso e dependendo da situação, o árbitro poderá usar o vermelho direto.

As expulsões terão como punições a suspensão de uma partida, enquanto os amarelos acumulados também se converterão em penalidades.

Quatro amarelos em jogos diferentes gerarão a suspensão de uma rodada, 12 proporcionam uma suspensão de três jogos, para finalizar, 16 levariam o faltoso ao Comitê Disciplinar da FA (Federação Inglesa), sob o risco de multas e outras ações.

Além disso, os treinadores serão responsáveis pelo comportamento de toda a comissão técnica incluindo o médico.

Alguns árbitros receberam a notícia positivamente e acham que o uso dos cartões aumentará a transparência sobre as ações dos árbitros, dada a pressão de ser um técnico e as emoções que provoca.

O árbitro Mark Clattenburg, acredita que é positivo, e comentou: “não tenho certeza se isso funcionará para coibir, os jogadores por exemplo, continuam protestando e colocam pressão sobre os árbitros, mesmo que possam ser advertidos, mas serão interessantes os resultados, especialmente se os técnicos começarem a ser mais gentis”.

Reitero não crer que cartões possam disciplinar os técnicos.

 

Informar é um privilégio, informar corretamente uma obrigação. 

Léa Campos

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.