Rodrigo Santana melhora defesa e tem semana para ajustar ataque e bola parada do Atlético-MG

by Redação | 18 de abril de 2019 2:47 PM

A derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro tirou a vantagem do Atlético-MG na decisão do Campeonato Mineiro, mas deixa a disputa da taça em aberto para o segundo jogo, no próximo sábado, às 16h30 (de Brasília), no Independência. Apesar do resultado ruim, o primeiro jogo da decisão deixou alentos para o Galo visando a recuperação para a partida de volta.

Com apenas dois treinos, ficou clara a melhoria defensiva do Atlético-MG sob o comando de Rodrigo Santana. Com linhas menos espaçadas e posicionamentos mais definidos, o Atlético-MG permitiu apenas quatro finalizações certas ao rival, sendo duas delas terminando nas redes de Victor, que ainda fez duas boas intervenções.

Com o Cerro Porteño, por exemplo, foram oito finalizações certas do time paraguaio. No clássico com o Cruzeiro, na primeira fase, foram cinco chutes certos do rival, em partida que acabou empatada por 1 a 1.

Se os primeiros erros começaram a ser corrigidos por Rodrigo Santana, mesmo não tendo muitas chances de trabalhar com o time, o técnico interino do Galo agora tem uma semana cheia para trabalhar dois aspectos importantes para o jogo decisivo: organização defensiva em bolas paradas e aumentar o poder de fogo ofensivo.

As falhas defensivas do Atlético-MG têm sido constantes, principalmente em lances de escanteios. Nos últimos dois clássicos, um contra o América-MG e outro contra o Cruzeiro, foram três gols sofridos em cruzamentos na área de bolas paradas. Uma coincidência entre todos é que as jogadas foram na segunda trave, com a defesa alvinegra não acompanhando a sobra e o rebote.

Outro ponto a ser melhorado por Rodrigo Santana nesta semana cheia pré-clássico decisivo é a parte ofensiva do Galo. Precisando vencer para ser campeão, o Atlético-MG tem que atacar o rival, mas não pode ser afobado na frente e deixar espaços para o Cruzeiro contra-atacar. Colocar o pé dos atacantes na forma será crucial para ficar com a taça no Horto.

– Talvez pela experiência na URT, quando enfrentou adversários tecnicamente superiores e teve que desenvolver estratégias para se defender, Rodrigo Santana soube elaborar uma boa forma de jogar o primeiro clássico. Nesse segundo, pelo regulamento, o Atlético-MG precisa buscar a vitória. O grande desafio vai ser tornar o time criativo, sem perder o equilíbrio defensivo – destacou o comentarista Henrique Fernandes, do Sportv, sobre a mudança de postura do Galo entre os dois jogos.

Até a decisão, no sábado, a programação de treinos inclui quatro atividades na Cidade do Galo, sendo que grande parte delas deverá ser fechada para a imprensa, dando mais privacidade para o técnico Rodrigo Santana fazer os ajustes necessários para a grande decisão.

Source URL: http://www.brazilianpress.com/v1/2019/04/18/rodrigo-santana-melhora-defesa-e-tem-semana-para-ajustar-ataque-e-bola-parada-do-atletico-mg/