Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprova lei que regulariza 2 milhões de imigrantes

by Redação | 5 de junho de 2019 2:08 PM

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, controlada pela oposição democrata, aprovou nesta terça-feira (4) uma lei para regularizar mais de dois milhões de imigrantes que vivem no país, em uma iniciativa que deve ter mais consequências políticas do que práticas.

Isso porque os líderes do Partido Republicano já avisaram que pretendem derrubar o projeto no Senado, onde têm maioria. A Casa Branca também anunciou que mesmo se o Senado aprovar a nova legislação -o que é muito improvável- o presidente Donald Trump a vetará. A tendência, assim, é que o assunto acabe sendo empurrado pelo Congresso até as eleições de 2020, onde a questão da imigração deve ser um dos principais temas. O projeto de lei que busca conceder proteção permanente aos “dreamers” (sonhadores), como são conhecidos os jovens imigrantes que entraram ilegalmente nos Estados Unidos quando eram crianças, foi aprovado por 237 votos contra 187 -apenas sete republicanos votaram a favor do texto, em uma demonstração da união do partido contra a proposta.

Resultado de imagem para Nancy Pelosi

“Temos a oportunidade de estar do lado correto da história, mas o que é mais importante: de estar do lado correto ao votar e reconhecer o valor dos ‘dreamers’ para o futuro”, disse durante o debate a presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi. O projeto de lei busca conceder proteção permanente e abrir o caminho à cidadania aos “dreamers”, muitos dos quais estão atualmente protegidos pelo Daca, programa criado pelo então presidente Barack Obama que concede certo grau de anistia aos jovens que entraram como crianças sem documentos no país.

Resultado de imagem para Nancy Pelosi

A iniciativa também impede a deportação de 460 mil pessoas que estão nos Estados Unidos por meio de um programa que permite a imigração legal temporária de países que sofrem com desastres naturais, violência e caos social. Trump, que se elegeu com um duro discurso contra a imigração ilegal, está decidido a acabar com os dois programas e chegou a anunciar o fim do Daca, mas a Justiça barrou a medida. A Casa Branca disse que a legislação para proteger os “sonhadores” teria que ser acoplada a outras políticas de imigração. Isso inclui o endurecimento da lei de asilo imigratório dos EUA, o fornecimento de dinheiro para construir o muro na fronteira com o México e o incentivo à imigração de trabalhadores altamente qualificados, em vez de parentes de imigrantes que já estão nos Estados Unidos.

Source URL: http://www.brazilianpress.com/v1/2019/06/05/camara-dos-representantes-dos-estados-unidos-aprova-lei-que-regulariza-2-milhoes-de-imigrantes/