Zezé Perrella e Wagner Pires de Sá se reúnem com Kalil para tratar assuntos tributários do Cruzeiro

Zezé Perrella e Wagner Pires de Sá se reúnem com Kalil para tratar assuntos tributários do Cruzeiro
31 outubro 17:54 2019 Imprimir

Zezé Perrella, gestor do futebol do Cruzeiro, e Wagner Pires de Sá, presidente do clube, reuniram-se na manhã desta terça-feira com Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte, para tratar de “assuntos tributários”.

Em contato com o GloboEsporte.com, a assessoria de Zezé Perrella afirmou que o encontro – realizado na Prefeitura Municipal de Belo Horizonte – ocorreu para tratar de situações referentes à gestão Gilvan de Pinho Tavares, que presidiu o Cruzeiro entre o fim de 2011 e dezembro de 2017, sem passar mais detalhes. Em entrevista à Rádio Itatiaia, Perrella explicou que o encontro aconteceu com o intuito de fazer com que a prefeitura não cobre o ISS (Imposto Sobre Serviços) sobre bilheteria, associados e sócios torcedores:

– Essa luta de não se cobrar o ISS sobre a renda dos jogos é uma solicitação antiga, inclusiva uma briga antiga minha e do Kalil, enquanto ele era presidente do Atlético e eu era do Cruzeiro, porque Belo Horizonte é uma das poucas capitais do Brasil que cobram esse tipo de imposto. E isso não significa nada para a prefeitura e será uma grande ajuda aos clubes. Obviamente, ele vai estudar juridicamente o assunto para ver se tem como resolver. Qualquer pretensão nossa que estiver fora da legalidade, não tem como fazer. Vamos conversar. Conversamos com o prefeito, vamos encaminhar uma reunião com o FUAD e convocar, também, o Atlético e o América para que se unam conosco nessa bandeira. O que se puder fazer, ainda que tenha que aproveitar uma Lei, o prefeito se colocou à disposição para nos ajudar. (…) Hoje em dia, se cobra ISS até sobre o sócio do clube, que usa a piscina, e sobre o sócio torcedor

O Cruzeiro passa por uma grave crise financeira, com constantes atrasos nos salários dos jogadores. Problemas que fizeram o clube solicitar o adiantamento dos valores de patrocínio máster e da cota de transmissão do Campeonato Mineiro do ano que vem, para cumprir compromissos atrasados com o elenco.

Crise, esta, que causou mudanças na cúpula cruzeirense. Itair Machado deixou a vice-presidência de futebol do clube no início deste mês, e Zezé Perrella, presidente do Conselho Deliberativo, assumiu o departamento. Sérgio Nonato pediu demissão da diretoria-geral.

Em meio aos problemas relacionados à gestão Wagner Pires de Sá, que é investigada por indícios de pagamentos suspeitos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, cogitou-se o adiantamento – de dezembro de 2020 para dezembro de 2019 – do pleito para escolher o próximo presidente do Cruzeiro.

No entanto, com a volta de Zezé Perrella para o departamento de futebol, foi montado um conselho gestor, formado por seis integrantes, para tomar decisões no clube até o fim do ano que vem, quando será realizada a eleição.

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.