Internal Revenue Service anuncia mudanças para facilitar a declaração gratuita de imposto

Internal Revenue Service anuncia mudanças para facilitar a declaração gratuita de imposto
09 janeiro 13:11 2020 Imprimir

O Internal Revenue Service (IRS) anunciou mudanças significativas que impedem empresas como TurboTax e H&R Block de ocultar seu software e serviços gratuitos nos mecanismos de busca da Internet.

A diretriz facilita para que os contribuintes encontrem e usem o software gratuito para declarar seus impostos mais facilmente. O software está disponível para contribuintes que ganham menos de US $ 69.000 por ano. A medida vem depois que a organização sem fins lucrativos ProPublica informou em abril do ano passado que o setor, liderado pelo fabricante do Turbo Tax Intuit, dificulta deliberadamente o acesso ao serviço gratuito aos contribuintes que atendem aos requisitos de renda baixa e média.

O acordo conhecido como “Arquivo Grátis” , estabelecido há quase duas décadas, previa que as empresas de preparação de impostos permitissem aos contribuintes de baixa e média renda acesso gratuito ao software gratuito. Em troca, o IRS prometeu não competir com o setor criando seu próprio sistema online.  A proibição do IRS de implementar seu próprio software foi o foco de anos de lobby da indústria, que viu esse sistema como uma ameaça. Agora, com as mudanças no acordo, a proibição foi revogada, o que representa um triunfo para os contribuintes.

A investigação do ProPublica revelou que, ao pesquisar termos como “declaração de imposto gratuita”, os mecanismos de pesquisa levaram os usuários a versões pagas do serviço, que foi qualificado como uma prática enganosa por alguns legisladores. Em resposta, o IRS adicionou um anexo ao memorando de entendimento com a Free File Alliance (FFA) em 30 de dezembro, que agrupa empresas, o que as impede de “participar de qualquer prática” que oculte opções gratuitas em “uma pesquisa orgânica na Internet”.

Além disso, o IRS também pode criar seu próprio sistema de declaração de impostos on-line, o que foi proibido no contrato original. “Este acordo atualizado faz parte de um grande esforço do IRS para ajudar os contribuintes a cumprir suas obrigações fiscais”, disse Chuck Rettig, comissário do IRS, em comunicado. Em 30 de dezembro, a Intuit declarou através de um post no blog que a empresa apoia as reformas e aplaude o trabalho realizado pelo IRS e pelo FFA.

  Editorias:




Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.