EsportesNotícias

Leonardo Silva faz quatro anos de Atlético-MG: ‘Melhor escolha da carreira’

0

_atletico mg

No dia 5 de janeiro de 2011 Alexandre Kalil, então presidente do Atlético-MG, anunciou a contratação do zagueiro Leonardo Silva por dois anos. No dia seguinte o jogador era apresentado e já vestia a camisa alvinegra, numa troca que causou polêmica em Minas Gerais, afinal de contas se tratava do capitão do Cruzeiro na temporada anterior. O próprio zagueiro descreve a decisão de jogar no Atlético como a melhor da carreira, em entrevista exclusiva.

“Muitos jogadores ficam com medo e deixam de trabalhar para não ir jogar no rival em seguida. Mas o Atlético me apresentou uma proposta oficial e com boas condições de trabalho. Então fiz a escolha, a melhor da minha carreira”, disse o zagueiro, que já disputou 184 partidas e marcou 18 gols pelo Atlético, o mais importante deles na final da Libertadores 2013, diante do Olímpia-PAR.

Capitão do Atlético na conquista da Copa do Brasil sobre o Cruzeiro e autor de gol importante na Libertadores. Mas os quatro anos de Leonardo Silva na Cidade do Galo não foram apenas de bons momentos. O defensor lembra da primeira temporada, quando o Atlético só escapou do rebaixamento na penúltima rodada do Brasileirão.

“Sou muito feliz por ter participado das principais conquistas do Atlético nos últimos anos. Foram momentos maravilhosos e tem sido sensacional jogar por esse clube. Também sou satisfeito por ter participado da evolução do clube, depois de muito trabalho duro, de muito suor”, conta Leonardo Silva, que perguntado sobre uma palavra para resumir os quatro anos de Atlético, respondeu sem pensar. “Mágico, defino como uma situação mágica, por tudo o que aconteceu. Depois do sofrimento que foi a temporada 2011, revertemos tudo com muito trabalho, planejamento e a estrutura oferecida”.

Ser campeão mais uma vez, já são cinco títulos desde que chegou, é a grande meta de Leonardo Silva para a temporada 2015. Aos 35 anos e com um ano de contrato pela frente, ele sabe que se for bem em campo, vai conseguir outra renovação, o que é um objetivo pessoal. “Quero jogar bem, estar bem dentro de campo para retribuir a confiança do torcedor com títulos. A renovação vai de acordo com o tempo. Primeiro procurar fazer o melhor, para dar retorno ao clube”.

A SORTE DE CUCA

Um fato curioso marcou a saída de Leonardo Silva do Cruzeiro. O técnico cruzeirense 2011 era Cuca, que gostaria de contar com o defensor. Porém, não aconteceu um acerto com a direção celeste, o que fez o jogador ouvir a proposta alvinegra. Meses depois, na Cidade do Galo, Cuca e Leonardo Silva estavam trabalhando juntos de novo.

Ainda no Cruzeiro, Cuca lamentou a saída do jogador e desejou boa sorte a Leo Silva. “Eu mesmo conversei com o Leonardo Silva, mostrando a importância dele para nós. Sei como é essa situação, tentei expor meu lado. O Cruzeiro foi ao limite e não conseguiu. Temos que desejar boa sorte ao jogador”, disse o técnico que era tido como azarado, até ganhar a Libertadores com gol decisivo de Leonardo Silva quase aos 42 minutos do segundo tempo. “O Cuca é um grande treinador e realmente conversamos, não foi por falta de interesse dele que não fiquei no Cruzeiro, faltou o interesse do clube naquele momento. E ele profetizou, juntos tivemos conquistas importantes pelo Atlético”.


Astros do Barça vão se reunir com Messi por paz com L. Enrique, diz jornal

Previous article

Cruzeiro negocia Egídio e tem opções desconhecidas para a lateral esquerda

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Esportes