ComunidadeNotícias

Cabeça decapitada é encontrada na França em ataque terrorista; um suspeito é preso

0

USINE-AIR

França confirmou, na sexta-feira (26), que um incidente em uma fábrica na região sudeste do país foi um ataque terrorista.

Uma cabeça decapitada coberta por escritas em árabe foi encontrada em uma empresa de gás norte-americana, de acordo com fontes policiais e a mídia francesa, após dois agressores baterem um carro nas instalações da companhia, explodindo tanques de gás.

O ataque, no qual uma pessoa foi morta e pelo menos uma ficou ferida, tinha as marcas de militantes islâmicos. De acordo com as fontes um suspeito foi preso. Ele já era conhecido por fontes da inteligência francesa.

Segundo o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, o homem não possui registros criminais, mas esteva sob observação como possível radicalizado.

“Esta pessoa era tema de um arquivo “S” (“segurança”) por radicalização em 2006, que não foi renovado em 2008. Ele não possui registros criminais.”

O ministro acrescentou que a polícia deteve outros possíveis cúmplices.

Fontes policiais informaram que a cabeça decapitada foi encontrada no local, junto com uma bandeira com escritas islâmicas.

O jornal local Le Dauphine relatou que a cabeça também estava coberta em escritas em árabe.

Segundo a Reuters, a vítima era gerente do homem suspeito de bater o carro de entrega deles em tanques de gás no local, e os dois tinham ido juntos à companhia para fazer uma entrega.

O presidente do país, François Hollande, estava na Bélgica para uma cúpula da União Europeia, e volta ainda hoje à França. Ele afirmou, em pronunciamento, que aemoção “não pode ser a única resposta” ao ataque.

“Todos nós lembramos o que aconteceu em nosso país, e não só em nosso país. Então a emoção é grande. Mas a emoção não pode ser a única reação – deve ser a ação, a prevenção e a dissuasão”.

“O ataque foi de natureza terrorista, uma vez que um corpo foi encontrado, decapitado e com inscrições. Neste momento, há um morto e dois feridos”, disse Hollande.

Ele acrescentou que uma força policial considerável foi mobilizada na região e que outros locais industriais foram protegidos para evitar novos incidentes.

Esse é o segundo grande incidente do tipo neste ano na França, após atiradores islâmicos matarem 17 pessoas em janeiro em ataques ao escritório do jornal satírico Charlie Hebdo e um mercado judaico.


Mais uma pessoa é atacada por tubarão na Carolina do Norte

Previous article

Estudantes brasileiras criam app sobre água e vão à final de prêmio nos Estados Unidos

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade