Francisco SampaNotícias

Francisco Sampa: A violência nossa de cada dia II

0

francisco_sampaEm março de 2009 publiquei a minha opinião sobre a violência com o título: A Violência Nossa de Cada Dia. Hoje a reedito com outras palavras, porque vejo que nesses quase sete anos o que mudou com relação ao assunto foi que as pessoas ao invés de pensarem no que estão fazendo aos seus irmãos, aumentaram o grau de violência aprimorando a maneira de ferir e matar. Homem bomba, carro bomba, cidades devastadas, crianças, velhos e mulheres morrendo sem ao menos saber o porquê de tudo isso. Agora tudo é motivo para violência. As pessoas não pensam no mal que fazem, apenas praticam atos violentos como se estivessem trocando de roupa. A violência ficou banalizada e a nós só resta nos entrincheirarmos dentro de casa para fugirmos dela. Cada vez mais construímos grades para tentar nos defender e esconder. Somos reféns de nossos irmãos. Que mundo desejamos para a geração que ficará para dar continuidade ao Planeta Terra? Será que que este é o caminho para que o planeta se pulverize numa nuvem de fumaça, assim como a Biblioteca de Alexandria foi destruída em nome da religião e um verdadeiro tesouro de cultura milenar foi perdido porque não tinham acesso ao estudo e isso causou inveja? Por que não param para pensar que violência gera violência, que Deus é um só não importando o nome que lhe damos? Por favor, parem e pensem que muitos estão entrando nos atos violentos como boi de piranha e apenas servem aos interesses de pessoas inescrupulosas, que querem causar confusão para afastar do povo o motivo verdadeiro pelo qual deveriam protestar? Cidadãos do mundo, não será com vandalismo que a corrupção irá parar, nem destruindo o patrimônio público ou privado que as coisas se tornarão melhores. Olhem, prestem atenção e vejam onde está o verdadeiro perigo. Espero que isto sirva de alerta para que os menos avisados antes de atos violentos pensem bem se vale à pena entrar em uma briga que não lhes pertencem. Um sampraço e boa semana para todos.


Léa Campos: Visibilidade para a Mulher no Skate

Previous article

Fato Policial by Roger Costa . 21/01/2016

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *