BrasilNotícias

Maconha com selo dos Jogos Olímpicos é vendida no Rio de Janeiro

0

maconha

A menos de 100 dias dos Jogos Olímpicos, a polícia investiga a origem de supostas trouxinhas de maconha, cujas fotos circulam na internet, com o símbolo das Olímpiadas e com a seguinte inscrição: “Hidropônica\ R$ 30,00\ Complexo PL e do PG\Qualquer violação reclamar na boca”. A maconha hidropônica tem efeitos mais fortes, pois é cultivada em laboratório.

Complexo do PL e do PG geralmente são as siglas usadas por traficantes de Paracambi, na Região Metropolitana, e que seriam referentes a líderes das facções Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando (TC), que atuariam juntas em algumas favelas, como nas imediações do bairro Beira-Linha.

A divulgação de uma das fotos causa reações de espanto junto aos internautas. “O Rio de Janeiro está preparado para os Jogos Olímpicos”, questiona uma das internautas pelo Facebook. “O melhor é qualquer reclamação reclamar na boca”, diz outro post.

A polícia já constatou que maconha com embalagens com a logomarca das Olimpíadas no Rio tem sido vendida desde o mês passado em diversas comunidades dominadas pelo tráfico. Pequenos tabletes de maconha com o carimbo do símbolo dos Jogos, apresentado de outras formas nas embalagens, são comercializadas, por exemplo, na Cidade de Deus, na Zona Oeste.

No dia 1º de março, 29 trouxinhas com o mesmo símbolo também foram apreendidas por homens do 41 º BPM (Irajá), no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte. A 27ª DP (Vicente de Carvalho) investiga a origem da droga. O Comitê Olímpico não quis comentar o assunto.


Polícia da Holanda arromba casa para resgatar mulher, mas descobre que era uma boneca

Previous article

Empreendedor brasileiro busca vida digna para pessoas com deficiência

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Brasil