ComunidadeNotícias

Aspirantes democratas à presidência propõem a eliminação do ICE

0

Vários democratas que correrão à Casa Branca em 2020, procuram fortalecer sua imagem progressiva com chamadas para que sejam feitas grandes mudanças na imigração e alguns propuseram o desaparecimento imediato da principal agência de aplicação da lei federal da imigração.

O senador Kirsten Gillibrand, de New York, disse que o ICE “tornou-se uma força de deportação”. “Temos que nos livrar dele, começar de novo, redesenhá-lo e construir algo que realmente funcione”, disse Gillibrand. A posição de Gillibrand é semelhante à apresentada pelo senador Kamala Harris, da Califórnia, na semana passada. Em entrevistas com vários meios de comunicação, Harris apontou que o governo “talvez” ou “provavelmente” deveria “começar do zero” em relação a uma agência de imigração.

O senador Bernie Sanders de Vermont, não sugere o desmantelamento do ICE ao contrário de vários de seus colegas. No entanto, ele ressaltou que se opôs à lei de 2002 que abriu o caminho para o ICE substituir o antigo Serviço de Imigração e Naturalização, após os ataques de 11 de Setembro, de 2001. O ICE, parte do Departamento de Segurança Interna, está encarregado de impor centenas de estatutos federais de imigração. A controvérsia sobre o futuro da agência coincide com indignação generalizada nas últimas semanas depois que o governo do presidente Donald Trump separou mais de 2.000 crianças migrantes de seus pais.

As propostas democratas para suprimir a agência destacam o ato de equilíbrio que o partido enfrenta em questões de imigração. Uma postura nesse sentido seria inútil para os 10 senadores democratas que buscam a reeleição em estados que Trump venceu em 2016 e onde pontos de vista conservadores sobre imigração prevalecem. No entanto, a proposta de acabar com o ICE pode ser decisiva para os democratas que procuram atrair bases partidárias nas eleições primárias presidenciais de 2020.


Grande BBQ do time Gunners

Previous article

Ordem de Trump para reunir famílias é ilegal e não será realizado, diz antigo diretor de comunicações da Casa Branca

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade