EsportesNotícias

Em alta no Cruzeiro, Mano Menezes projeta aposentadoria: “Mais cinco anos, no máximo”

0

O técnico Mano Menezes, bicampeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, já tem em mente um prazo estipulado para deixar de lado o boné, a prancheta e o banco de reservas do futebol. Em entrevista à rádio Itatiaia, o comandante afirma que pretende se aposentar em no máximo cinco anos.

– Mais uns cinco anos no máximo (no futebol). As pessoas não têm ideia do que é a vida do técnico de futebol. E não é pressão externa, é essa pressão nossa sobre nós mesmos, sobre resultado, sobre tomar decisão. Imagina quantas horas eu pensei para decidir entre Romero e Marcelo Hermes (para a final da Copa do Brasil)? E tem uma coisa: todo mundo pensa, todo mundo acha, mas tem uma hora que o técnico está sozinho no quarto dele e é ele quem vai tomar a decisão sobre o que vai ser feito. E é ele quem tem que tomar, não tem outra pessoa para tomar. A solidão do poder de decisão do técnico é muito grande. Ao mesmo tempo, são quantos milhões de pessoas esperando por aquela decisão? É duro mesmo. Naturalmente vai chegar a hora.

Questionado sobre o que vai fazer quando deixar de lado a função de treinador, Mano Menezes diz que ainda não sabe, mas deixa claro que pretende ficar mais com a família, que, pelos “ossos do ofício”, ele não conseguiu aproveitar como deveria nos últimos anos.

– Eu não sei (o que fazer). É claro que vou viajar mais. A família sofre muito mais que a gente. A gente que está envolvido não vê o tempo passar. Os filhos e a esposa sofrem muito porque nunca estamos com eles. Não sei quantos aniversários da filha eu não estava na festa. Não sei quantos aniversários da minha mãe eu não participei. Isso, só para dar dois exemplos. O meu aniversário, na maioria das vezes, eu passo fora, em um hotel ou trabalhando, então eu não consigo nem usufruir dessas datas importantes. Certamente, e por isso mesmo, quero parar um pouco antes, pode não dar tempo. A oração tem que ser rezada nas duas direções: vem a nós o vosso reino e seja feita a vossa vontade (risos).

O Substituto

Mano Menezes não sabe ao certo quando vai parar e nem o que vai fazer depois que confirmar a aposentadoria, mas já tem um “indicado” para assumir a função de treinador: Sidnei Lobo, atual auxiliar dele. Apesar da proximidade com Sidnei, o técnico cruzeirense garante que não vai dar palpites no trabalho do companheiro.

– Depois que eu parar, o Sidnei será o técnico principal. Peru de fora não dá palpite. É muita irresponsabilidade você dar palpite sobre uma coisa que você não sabe o que está acontecendo. As decisões têm que ser tomadas por quem está ali, porque ele sabe se um jogador não se dedicou como deveria, sabe se um jogador está desgastado ou com lesão, sabe o jogador que cresce no momento decisivo e aquele que se encolhe um pouquinho. Isso acontece em um grupo heterogêneo como você tem no futebol. Tudo isso passa pela decisão de quem está ali no momento, e só ele sabe o que deve fazer.

Aos 56 anos e no Cruzeiro desde julho de 2016, Mano Menezes acumula passagens por Grêmio, Corinthians, Flamengo e seleção brasileira, entre outras equipes. Além do bicampeonato da Copa do Brasil pela Raposa, ele conquistou a competição também pelo Corinthians, em 2009.


Muricy Ramalho visita Rogério Ceni no Fortaleza: “Está no caminho certo”

Previous article

Alexandre Gallo é demitido; Marques é o novo diretor de futebol do Atlético-MG

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Esportes