DestaquesNotíciasUSA

Mulher denuncia traição do marido espalhando cartazes em cidade na Virgínia

0

Uma mulher traída pelo marido espalhou diversos cartazes em uma cidade no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, para se vingar. O material tinha uma foto dela, ao lado do companheiro e de dois filhos, com a informação de que o homem teria abandonado a todos em Nova York para viver com outras mulheres.

“Abandonou a esposa e os filhos em NY para estar com outras mulheres (e por um péssimo emprego no governo!). Esse é o vizinho de vocês! Ele ainda é casado e mora com outra mulher. Polícia: Enquadrem ele por por adultério – contravenção de classe 4 de acordo com o Código da Virgínia”, diz o texto abaixo da foto da família. A fotos se tornou viral nas redes sociais, mas a autora dos cartazes não foi identificada e o alvo do material não foi identificado pela imprensa local. Muitos internautas criticaram a atitude e apontaram que o sentimento de vingança da mulher expês as crianças de forma inadequada.

“Compartilhar isso não resolve o probelma. Você já não está mais prejudicando quem a traiu. Você está causando danos colaterais que poderiam ter sido resolvido de uma forma melhor”, disse um internauta. “Eu jamais faria isso. Não consigo entender por que ela não compartilhou apenas uma foto gigante do rosto dele. Eu entendo que ela queira enfatizar o abandono de seufamiliar, mas sinto que as palavras teriam sido suficientes”, ressaltou outra internauta.

Em 2018, um caso parecido ocorreu em Lisboa, Portugal. Uma mulher traída pelo marido colou diversos cartazes em postes e paredes da cidade com a foto da suposta amante e ofensas contra ela. A atitude movimentou as redes sociais do país europeu, dividindo opiniões. Enquanto alguns acharam graça, muitos criticaram o ato de vingança, dizendo que a mulher traída jogou toda a culpa sobre a amante, poupando seu marido da responsabilidade pelo adultério. “A pu** do bairro”, diziam com letras grandes as dezenas de cartazes espalhadas nesta segunda-feira em ruas de Campolide, Estrela e Campo de Ourique, em Lisboa: “Esta rapariga destruiu a minha vida. Teve um caso com o meu marido durante meses, sabendo que ele era casado, chegando até a engravidar. Mas Deus castigou-a e ela perdeu o bebê. Menina do papai que não passa de uma grande pu**”, xingava ela em um texto escrito no material.


Adolescente de 13 anos com autismo é baleado pela polícia nos EUA

Previous article

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA ficam estáveis na semana, em 884 mil

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaques