BrasilDestaquesNotícias

Algumas dicas sobre quando brasileiros poderão viajar para os Estados Unidos novamente

0

estratégia de combate ao coronavírus (Covid-19) nos EUA, implementada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, mantém a restrição de entrada nos Estados Unidos para passageiros vindos do Brasil, ou seja, passageiros que estiveram no Brasil nos últimos 14 dias não estão autorizados a entrar em território norte-americano.

Contudo, a medida é específica para viajantes que saem do Brasil com destino aos Estados Unidos, não exatamente para viajantes de nacionalidade brasileira

Brasileiros podem viajar para os Estados Unidos, desde que não tenham estado ou transitado nos últimos 14 dias pelos seguintes países, segundo as regras dos CDC: África do Sul, Brasil, China, Irã, países-membros do Espaço Schengen (Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia, Suíça, Mônaco, San Marino, Cidade do Vaticano), Reino Unido e República da Irlanda.

Para isso, você deve estar entre as exceções determinadas pelos Estados Unidos e disposto a passar por um isolamento de duas semanas; ou ficar pelo menos 14 dias em algum país que não está na lista de países com restrição de entrada nos EUA. Também deverá apresentar um teste PCR negativo para coronavírus, um formulário preenchido antes da viagem e fazer quarentena ao chegar no país.

Devido à pandemia, os Estados Unidos suspenderam por tempo indeterminado a emissão de vistos em Embaixadas e Consulados norte-americanos. De qualquer forma, o Visto B12, concedido para turistas, não faz parte das exceções de entrada dos EUA atualmente.

Desde 26 de janeiro de 2021, para entrar nos EUA é obrigatório apresentar um teste PCR negativo para coronavírus, feito no máximo 72h antes de embarcar. Também é necessário preencher um formulário antes da viagem no site https://www.cdc.gov/quarantine/pdf/attachment-a-global-passenger-disclosure-and-attestation-2021-01-12-p.pdf, como também deve conferir as regras de entrada de cada estado ou território americano.

No momento, entrada nos EUA está autorizada a:

  • Cidadãos americanos e residentes permanentes do país;
  • Cônjuges de cidadãos e de residentes permanentes;
  • Pais/responsáveis legais de um solteiro menor de 21 anos americano ou com residência permanente nos EUA;
  • Solteiro e menor de 21 anos que seja irmão ou irmã de um cidadão americano ou com residência permanente dos EUA, também solteiro e menor de 21 anos;
  • Criança / filho adotivo / dependente de um cidadão americano ou residente permanente dos EUA;
  • Passageiros com os seguintes tipos de visto americano: A-1, A-2, C-1, C-1 / D, C-2, C-3, CR-1, CR-2, D, E-1 (como funcionário da TECRO ou TECO ou membros da família imediata do funcionário), G-1, G-2, G-3, G-4, IR-1, IR-4, IH-4, NATO-1 a NATO-4 ou NATO- 6;
  • Membros das Forças Armadas dos EUA, cônjuges e filhos de membros das Forças Armadas dos EUA;
  • Passageiros que comprovem viajar a convite do governo dos EUA;
  • Passageiros com documentos emitidos pelo Departamento de Segurança Interna dos EUA, Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA ou Departamento de Estado dos EUA;
  • Membros da tripulação B1 envolvidos em atividades de pesqueiro, plataforma continental externa (OCS), atividade de parques eólicos, equipe aérea / marítima privada e outros tripulantes ativos semelhantes;
  • Estudantes com visto F-1 ou M-1 e seus dependentes F-2 e M-2 – desde que não tenham chegado ou estado no Brasil, China e Irã nos últimos 14 dias.
  • Passaportes emitidos para cidadãos da Bielorrússia (Belarus) que tenham expirado entre 30 de abril de 2020 e 31 de julho de 2020 são considerados válidos com uma extensão de 3 meses;

Destino do programa DACA está nas mãos de juiz do Texas

Previous article

Brasileiro vacinado nos EUA diz que mantém rotina de isolamento e uso de máscara

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Brasil