EsportesNotícias

No bolso: Atlético-MG “deve” R$ 19 mil à Conmebol por vermelho e amarelos na Libertadores

0

Só nos acréscimos da partida entre Atlético-MG e América de Cali, o Galo viu três cartões aplicados pela arbitragem em seus jogadores. Igor Rabello e Alan Franco foram amarelados pouco depois de Nathan ser expulso direto. Cartões, na Libertadores, significam além de advertências e suspensões. Também rendem punições financeiras aos clubes. Nos dois primeiros jogos da Libertadores, o saldo (negativo) do Galo é de R$ 19 mil a pagar, no mínimo.

A Conmebol cobra 400 dólares de cada cartão amarelo na fase de grupos. Por enquanto, o Atlético teve cinco jogadores amarelados. Sasha foi advertido diante do La Guaira, na semana passada. Alonso, Hulk, Rabello e Franco receberam amarelos diante dos colombianos, no Mineirão. São 2 mil dólares no saldo. Já Nathan, após dar carrinho e se desentender com adversários, viu o vermelho direto, o que significa menos 1,5 mil dólares na conta do Galo.

O saldo total, por enquanto, é de 3,5 mil dólares. Na cotação atual, dá pouco menos de R$ 20 mil. O Atlético terá o valor quitado diretamente no pagamento de prêmios da organizadora do torneio. Na fase de grupos, o Galo terá direito a receber 1 milhão de dólares a cada jogo em casa. Serão, portanto, R$ 16 milhões garantidos.

Um ponto importante: Nathan, além de ser julgado pela comissão disciplinar da Conmebol – podendo pegar mais de um jogo de suspensão -, ainda poderá ter o valor de 1,5 mil dólares pelo vermelho aumentado. A quantia é a mínima previsto. Cada fase de competição tem valores pré-determinados por cartão. Quando mais avançada for, mais caro é o amarelo ou vermelho.

O técnico Cuca sabe como é a rigidez da Conmebol. Ele cumpriu o segundo e último jogo de suspensão pelo Atlético, pela expulsão da final da Libertadores em 2020, disputada no início do ano, quando comandava o Santos. O vermelho valeu dois jogos de gancho e 14 mil dólares de sanção econômica (R$ 76 mil).

Os cartões do Atlético na Libertadores 2021

400 dólares por cartão amarelo

·         Eduardo Sasha

·         Junior Alonso

·         Hulk

·         Igor Rabello

·         Alan Franco

1.500 dólares por cartão vermelho

·         Nathan

Total: 3,5 mil dólares (R$ 19 mil)

 


Guatemala e EUA se unem para acabar com as ondas de imigração ilegal

Previous article

Sem intimação, Cruzeiro não acompanha perícia médica de Dedé, e juiz determina remarcação

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Esportes