DestaquesMundoNotícias

Para resgatar corpos de mortos por Covid-19, Índia coloca rede no rio Ganges

0

A autoridades do norte da Índia informaram que estenderam uma rede no rio Ganges, depois da descoberta de dezenas de corpos encalhados, os quais seriam de vítimas da covid-19.

O ministro de Recursos Hídricos do estado de Bihar (nordeste), Sanjay Kumar, anunciou no Twitter, na quarta-feira (12), que uma “rede” foi colocada no Ganges, na fronteira com o estado de Uttar Pradesh. As patrulhas foram intensificadas na região.

A descoberta de 71 corpos no estado de Bihar reavivou os temores de que o vírus esteja devastando o interior rural da Índia, onde vivem dois terços da população.

Corpos de vítimas de Covid-19 têm sido jogados no rio Ganges, aponta  relatório do governo indiano - Jornal O Globo

O governo estadual “tratou da infeliz questão dos restos mortais flutuantes” nas águas do Ganges, acrescentou Sanjay Kumar, que disse lamentar “a tragédia e os danos causados ao rio Ganges”.

De acordo com o ministro, as necropsias revelaram que as vítimas estavam mortas há quatro ou cinco dias.

Segundo moradores ouvidos pela AFP, os corpos podem ter sido abandonados no rio, que é sagrado para os hindus, por familiares que não tinham recursos para comprar a madeira necessária para as cremações tradicionais. Outro motivo apontado pelos entrevistados foi a falta de espaço nos crematórios, assoberbados devido ao grande número de mortes por covid-19.

Bodies of COVID-19 victims among those dumped in India's Ganges -govt  document | Reuters

Jornais locais informam que 25 corpos também foram encontrados no distrito de Gahmar, em Uttar Pradesh.

O total de óbitos na Índia passou de 250 mil na quarta. Muitos especialistas consideram, no entanto, que o balanço real seja muito maior, já que a pandemia se propagou para além das grandes cidades, chegando às áreas rurais, onde hospitais e registros são deficientes.


Tribunal japonês ordena que jornal indenize casal brasileiro por violação de privacidade

Previous article

CPI: Representante da Pfizer detalha negociação de vacinas com Brasil

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaques