ComunidadeDestaquesNotícias

Imigrantes de 12 países entre 600 pessoas foram encontradas em 2 caminhões no México

0

Imigrantes naturais de 12 países estavam entre as 600 pessoas encontradas escondidas na carroceria de 2 caminhões no leste do México na sexta-feira (19). A maioria deles oriundos da Guatemala, informou o Instituto Nacional de Migração (INM) do governo, no sábado (20).

O INM acrescentou que 401 pessoas eram naturais da Guatemala, 53 de Honduras, 40 da República Dominicana, 37 de Bangladesh, 27 da Nicarágua, 18 de El Salvador e oito de Cuba. Também haviam 6 homens naturais de Gana, 4 venezuelanos, 4 equatorianos, 1 indiano e 1 camaronês nos 2 reboques descobertos no estado de Veracruz.

Second migrant caravan departs from Southern Mexico with goal of reaching  U.S. | WKRN News 2

O instituto detalhou que 455 imigrantes eram do sexo masculino e 145 do sexo feminino. As pessoas detidas seriam enviadas de volta a seus países de origem ou teriam a chance de regularizar sua presença no México, acrescentou. A maioria dos imigrantes da América Central e do resto do mundo que entram no México dirigem-se aos Estados Unidos e alegam que buscam escapar da pobreza ou da violência em sua terra natal.

Brasileiros e a imigração clandestina

Analisando o fluxo migratório clandestino, o Brasil já é a 6ª nação com o maior número de imigrantes detidos pelas autoridades dos EUA na fronteira sul do país, atrás do México, Honduras, Guatemala, El Salvador e Equador. Lideram a lista países como Nicarágua, Cuba, Colômbia e Venezuela que, historicamente, enviavam mais imigrantes clandestinos aos EUA.

Why did 10 migrants die in this truck in Texas? | US immigration | The  Guardian

Avaliando o fluxo registrado em 12 meses, é como se, em média, 156 brasileiros fossem detidos por dia ao tentar acessar os EUA a pé através da fronteira com o México. Em setembro de 2021, um grupo de 140 brasileiros foi flagrado por operadores de câmeras de segurança durante a travessia clandestina. Em seguida, eles se entregaram a agentes da CBP do Setor Yuma e foram imediatamente detidos.

O chefe da CBP do Setor Yuma, Chris T. Clem, postou as imagens das detenções em sua conta pessoal no Twitter e escreveu: “Agentes da Patrulha de Fronteira detiveram um grupo de 140 migrantes brasileiros nesta manhã. Até o momento, neste mês, os agentes se depararam com uma média diária de mais de 600 migrantes, um aumento de mais de 2.000% em relação ao ano passado”. O Setor Yuma é responsável por patrulhar o sudeste do Arizona. A jurisdição se estende por 470 mil quilômetros quadrados em uma área entre os estados da Califórnia e Arizona. // Brazilian Times.


Advogado alerta sobre green card: “NIW não é visto”

Previous article

Para presidente do PT, Sérgio Moro é agente dos EUA a caminho do Planalto

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade