ComunidadeDestaquesNotícias

ATENÇÃO: Grupo de WhatsApp faz brasileiros serem barrados pela imigração dos EUA

0

Nunca tente enganar a imigração americana! Essa é a lição que uma família de brasileiros teve recentemente ao tentar entrar nos Estados Unidos com visto de turista, mas com o intuito de morar ilegalmente lá. Não deu certo, e por causa de registros das redes sociais.

O caso aconteceu em abril, de acordo com o advogado Daniel Toledo, especialista em direito internacional. Depois de uma passagem pelo México, a família de brasileiros foi para Boston, nos Estados Unidos. Já em terras americanas, afirmaram aos agentes que passariam 22 dias passeando, dizendo, inclusive, que já haviam reservado hotel e até carro para o período de férias. Mas a história não ‘colou’, apesar de já terem visitado os EUA anteriormente, e eles foram chamados para a sala de entrevista, onde passaram por diversos questionamentos.

Na verdade, a real intenção da viagem era viver ilegalmente nos Estados Unidos. E como os agentes descobriram isso? Acompanhando conversas em um grupo de WhatsApp no qual os brasileiros faziam parte. Após 14 horas no aeroporto e diante da descoberta, os ‘turistas’ tiveram seus vistos cancelados, foram obrigados a voltar ao Brasil e estão impedidos de tentar novamente o visto pelo prazo de 5 anos.

De acordo com o advogado, todas essas informações e os motivos da negativa na entrada podem ser encontrados no FOIA (Freedom of Information Act) dos brasileiros. “No documento era relatado que a família mantinha contato em um grupo de WhatsApp, em que diversos brasileiros que vivem em Boston relatam informações relacionadas a como viver de maneira ilegal nos Estados Unidos”, afirmou Toledo. “As dicas iam desde compras no supermercado, até a matrícula de crianças em escolas públicas do estado americano. Tudo isso documentado, com provas e prints do grupo em questão”. Mesmo que naquele momento, na entrada em Boston, os brasileiros já não fizessem mais parte do grupo de conversa no aplicativo, os agentes americanos tinham registros das conversas antigas e sabiam quais números de telefone estavam naquele grupo. // Fonte: Melhores Destinos.


Comunidade: Arquidiocese de Newark doará sorvetes e brinquedos para famílias e crianças de baixa renda

Previous article

Biden promete que EUA não entrarão em recessão, citando a força de trabalho dos americanos

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade