BrasilDestaquesNotícias

Programa leva estudantes brasileiros da zona rural para os Estados Unidos

0

Como seria para um jovem brasileiro do campo poder fazer um intercâmbio no exterior, com tudo pago, onde conheceria propriedades rurais e a produção agropecuária de outro país? Esse programa já existe no Paraná e vai levar 100 alunos da rede estadual para os Estados Unidos.

“Ganhando o mundo agrícola” é uma nova versão do “Ganhando o mundo”, um programa do governo do estado, e viabilizará a oportunidade para alunos do ensino médio que estudam em uma escola técnica nos cursos de Agropecuária, Agrícola, Florestal, Operações de Máquinas Florestais e Agronegócio.

O anfitrião será o estado de Iwoa, coração do corn belt, cinturão agrícola forte em produção de milho e um dos principais polos agrícolas do mundo, oferecendo diversidade de experiências e aprendizados no segmento agropecuário. O edital 26/2024 para esta edição inédita foi divulgado na segunda-feira (29/04) e as inscrições vão até o dia 15 de maio.

Os alunos precisam estar matriculados em um dos centros estaduais de educação profissional, constantes no edital e que também tenham estudado do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental em uma escola da rede estadual do Paraná. O resultado será divulgado no dia 12 e junho.

Assim como nas demais edições, no Ganhando o Mundo Agrícola os estudantes receberão uma bolsa intercâmbio mensal, composta por cinco parcelas de R$ 800, para cobrir despesas durante o período no exterior. Além disso, os intercambistas contarão com assistência de seguro (viagem e saúde) e acomodação em casas de família ou residências estudantis no país de destino.

As despesas relacionadas ao processo de intercâmbio, desde a emissão de documentos até os embarques e desembarques, também serão custeadas pela Secretaria de Estado da Educação (Seed-PR).

“O estado de Iowa é líder em tecnologia agrícola, com extensas áreas de cultivo e empreendimentos agrícolas de reconhecimento internacional, que adotam tecnologias de ponta para aumentar a eficiência e a produtividade. Durante o intercâmbio, os participantes terão a oportunidade de aprender, por exemplo, sobre o uso de drones, GPS, sistemas de irrigação e outras inovações que estão moldando o futuro da agricultura”, afirma o secretário da Educação, Roni Miranda.

As cidades que contam com colégios agrícolas e florestais são Apucarana, Pinhais, Lapa, Rio Negro, Campo Mourão, Cascavel, Santa Mariana, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Irati, Manoel Ribas, Cambará, Diamante do Norte, Clevelândia, Castro, Palmeira, Ponta Grossa, Ortigueira, Palotina, Toledo, Cruz Machado, São Mateus do Sul, Sapopema, Umuarama e Arapoti.

GANHANDO O MUNDO

Criado em 2019 pela Secretaria de Estado da Educação (Seed) como um programa de intercâmbio estudantil, o programa já levou 1.240 estudantes da rede estadual de ensino para países de língua inglesas da América do Norte, Europa e Oceania. A nova etapa aos alunos, para 2025, terá 1.200 vagas. O programa também tem versões para professores e pedagogos, diretores da rede estadual de escolas do Paraná, e ainda, servidores e pesquisadores das universidades estaduais. (com informações da Agência Estadual de Notícias).


Foragido da Lesa Pátria, empresário diz estar comendo lixo nos EUA

Previous article

EUA impõem sanções a empresas da Colômbia por transporte de imigrantes ilegais

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in Brasil