DestaquesNotíciasUSA

United Airlines é obrigada a tirar Boeing 737 Max dos voos após 30 passageiros adoecerem em voo de 4 horas

0

A United Airlines confirmou que foi obrigada a retirar uma aeronave de serviço para uma limpeza profunda após cerca de 30 passageiros adoecerem durante um voo de quatro horas de Vancouver, no Canadá, para Houston, na tarde de sexta-feira, 31 de maio.

Como relata a imprensa americana, os passageiros que passaram mal faziam parte de um grupo de 75 pessoas que haviam acabado de fazer uma viagem de cruzeiro na Colúmbia Britânica e estavam regressando ao Texas.

A causa da doença ainda não foi determinada, embora o Centers for Disease Control and Prevention (CDC) esteja rastreando vários surtos de norovírus em navios de cruzeiro, incluindo o Celebrity Summit, que está navegando ao redor do Alasca e da Colúmbia Britânica.

De acordo com o CDC, a agência tem conhecimento de 68 casos de doença entre os passageiros durante uma viagem que ocorreu entre 24 e 31 de maio de 2024. Os sintomas incluíram diarreia e vômitos, e amostras de fezes retiradas dos passageiros afetados indicaram um surto de norovírus.

Durante o voo 1528 da United Airlines na sexta-feira, 31 de maio, pelo menos 30 passageiros começaram a apresentar sintomas semelhantes aos da gripe, bem como náuseas. Quando a aeronave Boeing 737 MAX 8 pousou em Houston, o departamento de bombeiros local estava de prontidão e três passageiros foram avaliados do ponto de vista médico.

Embora nenhum dos passageiros tenha precisado ser levado ao hospital, a United decidiu retirar temporariamente a aeronave da sua programação para que ela pudesse ser profundamente limpa. A medida resultou no cancelamento de dois voos subsequentes, um de Houston para Atlanta e o retorno. A United informou aos passageiros que o avião teve de ser retirado de serviço “para solucionar um problema técnico”.

No mês passado, socorristas foram chamados para atender uma aeronave da Condor Airlines que acabara de pousar em Frankfurt, proveniente de Maurício, após cerca de 75 passageiros adoecerem durante o voo com vômitos e diarreia. Há suspeitas de que a causa da doença tenha sido a alimentação servida durante o voo, embora a Condor afirme que não há evidências de que isso tenha ocorrido.

Alguns tipos de intoxicação alimentar, como a estafilocócica, podem começar a causar sintomas desagradáveis, como náuseas, vômitos, cólicas estomacais e diarreia, em até 30 minutos após a ingestão de alimentos contaminados, de acordo com o CDC. Outros problemas de estômago comuns e altamente contagiosos, como o norovírus, podem levar vários dias para que os sintomas apareçam.


Decreto de Biden permite deportação automática de ilegais em até 24h. Críticos falam em “manobra eleitoral”

Previous article

Einstein se referiu a brasileiros como ‘macacos’ e ‘amolecidos pelos trópicos’ em diário, transformado em livro

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in Destaques