EUA autorizam mais 30 mil vistos de trabalho para imigrantes temporários

EUA autorizam mais 30 mil vistos de trabalho para imigrantes temporários
06 maio 14:59 2019 Imprimir

Governo Trump vai permitir que trabalhadores estrangeiros entrem temporariamente nos EUA, para trabalho sazonal, até final de setembro.

A decisão prende-se com a forte expansão da economia norte-americana, que precisa de mais mão-de-obra, mas complica os esforços do Presidente Donald Trump para restringir a imigração ilegal. Os pormenores do plano foram encontrados no rascunho de uma proposta legislativa a que a agência Associated Press teve acesso e que revela que serão beneficiadas por esta medida empresas de trabalho sazonal, como hotéis, pescadores, madeireiros, etc., que precisam de imigrantes para trabalho temporário.

Os vistos de trabalho temporário, conhecidos como H-2B, serão concedidos apenas a trabalhadores estrangeiros que tenham estado no território e tenham tido o visto nos últimos três anos fiscais. Muitos dos titulares dos vistos retornarão aos mesmos empregadores a que estiveram associados, tendo a vantagem de já terem sido examinados pelos serviços de imigração. A expansão da economia norte-americana, que tem sido muitas vezes apregoada por Donald Trump, é a principal razão para esta medida, necessária após, nos últimos anos, os vistos sazonais terem ficado limitados a 66 mil por ano fiscal.

As empresas têm-se queixado de que este número é desadequado às necessidades da economia, especialmente quando a taxa de desemprego nos EUA é a mais baixa dos últimos 49 anos. Os empregadores argumentam que precisam desesperadamente de mais mão-de-obra, contrariando os argumentos de dirigentes políticos, sobretudo do lado Republicano, que consideram que estes vistos tiram empregos aos norte-americanos. Dentro da Casa Branca, há alguns conselheiros, como Stephen Miller, que procuram restringir a imigração legal, defendendo a autorização de vistos apenas a trabalhadores altamente qualificados.

Resultado de imagem para us work ead card

Enquanto isso, o genro de Trump, Jared Kushner, tem vindo a trabalhar numa proposta de revisão de leis de imigração, reunindo com parlamentares e grupos de interesse, tentando harmonizar as necessidades de mercado com medidas de segurança nas fronteiras. Trump tem alertado para os riscos da imigração legal, argumentando que os estrangeiros prejudicam os trabalhadores americanos, competindo com eles por empregos e reduzindo os salários. Contudo, nos últimos meses, Trump tem alterado o tom do seu discurso, dizendo que agora é a favor de mais imigração, desde que legal, por causa da expansão económica. O secretário interino de Segurança Doméstica, Kevin McAleenan, disse hoje que os vistos adicionais eram uma solução temporária. “O Departamento de Segurança Interna continua a pedir aos congressistas que procurem uma solução legislativa de longo prazo que atenda às necessidades temporárias dos empregadores, cumprindo a ordem executiva do Presidente para aumentar os salários e as taxas de emprego dos trabalhadores americanos”, disse McAleenan.





Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.