ColunistasFrancisco SampaNotícias

Francisco Sampa: Um povo honesto governado por ladrões…

2

francisco_sampaEsta frase tem mais de 60 anos… Ela foi a manchete de capa do jornal Tribuna da Imprensa  do Rio de Janeiro nos anos 50, na edição do dia 2 de agosto de 1954… Escrita pelo jornalista Carlos Lacerda… E segue por mais triste que seja na vanguarda do povo brasileiro, para tristeza e lamentar de todos nós, toda a nação da República Federativa do Brasil tem noção de quanto ganha um funcionário publico nas três esferas?… Portanto uma pergunta que não quer calar como pode parte dessa massa ficar milionária e em muitos casos bilionários com salários públicos?

É triste as notícias de corrupção e roubalheira por parte de políticos e funcionários públicos brasileiros, cada um rouba o que está ao alcance dos olhos, das mãos, da oportunidade e da necessidade momentânea, ou seja, no Brasil existe uma parcela da sociedade que ao menor descuido passa o rodo e leva tudo o que vê e encontra diante de si. As recentes ondas de manifestações por todo o Brasil deixa escancarada essa faceta de parte do nosso povo, o caso do laboratório da cidade de São Roque  em São Paulo  deixou bem claro esse lado larápio de alguns “manifestantes”;  salvar os cães,  tudo ok,  tudo bem, mas,  roubar computadores e monitores,  tecnicamente e juridicamente  foi um furto –  artigo 155 do código penal brasileiro. Nada justifica que para salvar,  você tem que destruir e roubar a coisa,  seja ela pública  ou privada… Quanto ao título desta crônica,  manchete de jornal há seis décadas,  me questiono até onde o mesmo é justo,  e,  faz jus às coisas do nosso povo, pois como temos ciência,  todo mundo quer tirar uma casquinha de tudo e de todos… Políticos, povo, patrões, cada qual com sua desculpa esfarrapada para se dar bem com pouco trabalho e muito lucro…

Afinal,  com tantas festas e feriados,  haja grana para charlar,  curtir de bacana, com grana farta e fácil… Reclamamos das verbas que somem antes de chegar ao destino para qual foi liberada, mas  o funcionário público  ou privado que usa o carro e combustível da empresa,  ou da prefeitura não vê nada de errado em fazer esse uso do que não lhe pertence.

É a lei da vantagem todos querem se dar bem em todas as esferas e de todas as formas, afinal  farinha pouca meu pirão primeiro, é assim que muitos pensam e agem. Enquanto isso  os mensaleiros  no feriado da Proclamação da República foram guindados a verem o sol nascer quadrado. Particularmente,  vejo tudo isso como um jogo de cena,  capítulos de uma ópera bufa tupiniquim,  que não acabou numa pizzolatto… Esse saiu à francesa ou será a italiana? Vamos trocar pelo César Battisti que tal hem? No placar das extradições,  Brasil uno italiana também uno,  mensaleiros na cadeia até quando? Mas cadê a grana do povo brasileiro? Nossa grana, melhor que cadeia tomar tudo dessa corja de ladrões, criminosos,  sim senhores, piores que ladrões à mão armada,  de nossas cidades brasileiras. Quando os caras pintadas saíram às ruas,  e tiraram o caçador de marajás do poder, disseram: a corrupção vai acabar… Só não disseram quando, décadas depois,  a novela segue… E nós,  o Zé-povinho,  aqui estamos,  “honestos” cercados por ladrões, com e sem gravatas… Data vênia,  vossas excelências me dão asco. Se gritar pega ladrão não fica um meu irmão. Tenham todos uma boa semana e uma saborosa pizzicato a italiana. Ciao brasilianos, afinal com os políticos que temos,  para que tufão e terremoto,  não é mesmo? Rs rs rs eles os vossas larápios excelências causam estrago maior e dão muito mais prejuízos do que as intempéries da natureza.

Com carinho do negão, ops afro pobre sem dente Francisco Sampa.


Fato Policial by Roger Costa . 21/11/2013

Previous article

Léa Campos: Faça o que digo, não o que faço

Next article

You may also like

2 Comments

  1. Tudo isto só acontece porque somos um País pobre de homens de valor. Nos últimos tempos só tivemos pessoas pé-duras à frente das decisões do País: presidiários, guerrilheiros e ladrões são nossos representantes. E quando um país elege gente desse tipo para governar, isto já é um exemplo da sua decadência política. Precisamos mudar, nem que seja com outra Revolução.
    Francisco Ribeiro Mendes

  2. texto muito bom… quem sabe cria um pouco de brilho na face palida da nacao brasileira. ..

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas