NotíciasUSA

Mulher morre após fazer quatro aplicações de hidrogel para aumentar o bumbum

0

hidrogel bumbum

Wykesha Reid, 34 anos, foi encontrada morta no salão em que fazia o procedimento chamado de “brazilian butt lift”, ou seja, o “elevador brasileiro de bumbum”

Um procedimento já conhecido dos brasileiros — muito em razão das graves consequência à saúde da modelo Andressa Urach — matou uma mulher nos Estados Unidos. Wykesha Reid, 34 anos, foi vítima da vaidade e da negligência do estabelecimento que aplicava a substância chamada hidrogel para o aumento do bumbum.

De acordo com o jornal Extra, Wykesha foi encontrada morta no dia 19 de fevereiro, no local em que havia havia feito o procedimento que era vendido com o nome de “brazilian butt lift”, ou seja, o “elevador brasileiro de bumbum”.

Ela teria feito a aplicação da substância quatro vezes e segundo um relato da filha, Keaira Reid, 20 anos, ao canal “WFAA-TV”, a mãe estava muito feliz com o resultado.

— Toda vez que ela ia fazer o procedimento ela voltava para casa contente, mas dessa vez ela não voltou — lamentou a jovem. A polícia dos EUA emitiu um mandado de prisão para as donas do salão Deep Ellum, onde ela fazia as aplicações de hidrogel. Denise Ross e Jimmy Clarke, sócias do estabelecimento, são acusadas de prática ilegal da medicina.


Republicanos querem transformar indocumentados em criminosos

Previous article

Narguilé é mais prejudicial que cigarro, alerta OMS

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Notícias