ComunidadeDestaquesNotícias

EUA impõem regras de visto para mulheres grávidas no turismo de nascimento

0
By Robson Dantas
O Departamento de Estado dos EUA divulgou novas regras para impedir que as mulheres grávidas viajem para os EUA para dar à luz.
A política entra em vigor na sexta-feira e tem como objetivo reprimir o que é conhecido como “turismo de nascimento”.
Os regulamentos buscam reduzir o número de estrangeiros que tiram proveito da constituição que concede “cidadania a qualquer pessoa nascida em território americano .”
De acordo com as novas regras, as candidatas grávidas podem ter o visto de turista negado, a menos que possam provar que precisam vir para os EUA para dar à luz por razões médicas e já tenha um médico à disposição para fazer o parto , e  provar que tem condições para pagar o tratamento, ou outra razão convincente, não apenas porque querem ter um filho com cidadania Americana.
Trump tentou limitar a imigração para os EUA e já questionou a emenda constitucional americana que concede cidadania a “todas as pessoas nascidas  em território Americano “
Os conservadores criticam os chamados bebês-âncora, nascidos nos EUA, para pais que procuram viver nos Estados Unidos.
A prática de obter um visto para os EUA com base em ter outros parentes americanos é conhecida como “migração em cadeia ou reagrupamento familiar”, uma política que também foi criticada por Trump.
“A indústria do turismo de nascimento também está repleta de atividades criminosas, incluindo esquemas internacionais.
A secretária de imprensa do presidente, Stephanie Grisham, disse em um comunicado que “a indústria do turismo de nascimento ameaça sobrecarregar, orçamento hospitalares
A Casa Branca aplaudiu a nova regra.

Algemados: Avião com brasileiros deportados dos EUA chega à BH. Famílias inteiras estavam à bordo

Previous article

Brasil não colocaria algemas em deportados como EUA fizeram com brasileiros, diz Bolsonaro

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade