ColunistasFrancisco SampaNotícias

Francisco Sampa: Da miscigenação à eleição 2014

0

francisco_sampasamapSomos índios, negros, brancos, cafuzos, mamelucos, caboclos, temos a pele queimada de um sol tropical, das serras das gerais, as praias de Pernambuco, nos pampas do sul, nos Igarapés da Amazônia, somos pacíficos para uns até demais, somos um povo sofrido, mas com uma fé inabalável no criador, cantamos e dançamos, pedimos que a liberdade abra as asas sobre nós, que nas lutas e nas tempestades possamos ouvir a voz do morro, as vozes do povo, de todas as classes, da miscigenação de todos os matizes, têm história muitos já não se lembram mais, outros nem ao menos ouviram falar: Balaiada, Sabinada, Guerra dos Mascates, Farroupilha, A Inconfidência Mineira, movimento M.M.D.C, 0 31 de março de 64, tantas lutas e muitas glórias, pela liberdade, pela república, pela pátria amada mãe gentil, pelo povo de Zumbi, pelas glórias do Brasil.

Ele, como boa parte de nós os nordestinos, fugiu de uma triste seca e pobre realidade, da terra dos coronéis, seus engenhos e currais eleitorais, como todo cabeça chata, é assim que nos tratam no sul do Brasil, chegou à grande e próspera metrópole paulista com um sonho, vencer a pobreza, décadas se passaram e o retirante do sertão de Pernambuco viu o sonho realizado, e no Planalto Central, em um Palácio construído por candangos foi empossado, o nordestino pobre semialfabetizado, assumia a presidência da República Federativa do Brasil.

Promessas foram feitas, os anos se passaram, e aqui estamos na reta final para mais uma eleição e agora dona Dilma? Como fica a situação? A oposição já sabemos como está. Neste governo “honesto”, gerido pelo partido onde uma boa dose de dirigentes e afiliados e corruPTos tivemos: Cuecão, Mensalão, Vampirão, Sanguessugão e muitos outros ãos, Estamos, rodeados de mortos vivos, Zé Dirceu, Delúbio, Silvio Pereira, e outros que agora estão em pauta, com certeza um dia eles abrirão a boca e quando abrirem  a boca será um Deus nos acuda, e nós o povo, pobre sofredor e sonhador, somos obrigados a votar, ao mesmo tempo em que somos enganados, ludibriados em nossos sonhos, sonho coletivo de um país decente, com governantes honestos, com homens de bens e com vergonha na cara, coisa que boa parte do povo e dos políticos brasileiros já perderam.  Criminosos de paletós e gravatas exercem e cercam o poder  no  Brasil.

Povo, violado, enganado e abusado  somos estúpidos?? Nos roubam, enganam, trapaceiam  Só espero que esta cegueira  que tomou conta  do povo brasileiro seja curada nas urnas e nos tribunais, pois chega de pasmaceira de embromação, vamos acordar nação brasileira! Vamos votar, vigiar, cobrar dos safados respeito por nosso voto, pela nação que somos, pelo país que temos, vamos olhar para traz e ver os mártires da nossa história, que o sangue e a vida destes homens não tenham sido derramados em vão, sob um chão hoje manchado por desmandos, falcatruas, casuísmos e todo tipo de aberrações dos homens públicos do nosso país, que os mamadores das tetas do governo sejam banidos, esquartejados politicamente da vida pública, nós temos o poder de fazer isto acontecer, nós temos o voto e a força nas pontas de nossos dedos ao apertamos o botão das urnas. O botão da luz verde, que brilhe a luz verde da esperança, do seguir para frente rumo a um futuro digno para todos nós, que o verde das nossas matas e da nossa bandeira não seja manchado pelo vermelho da vergonha das nossas caras, nem tão pouco do nosso sangue, sangue de um povo, que tem o desejo e merece ser feliz e respeitado, dentro e fora do país, somos quase 200 milhões de brasileiros, não é justo que nenhum homem nos exponha ao ridículo, somos filhos orgulhosos da República Federativa do Brasil, um país independente com 514 anos de história, lutas e glórias.

A todos uma boa semana, do  calor arretado do  querido  nordeste.


Social Press . 16/01/2014

Previous article

Léa Campos: Adeus “Pantera Negra” Eusébio da Silva Ferreira

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas