ComunidadeNotícias

Explicação do porquê que companhias aéreas cobram mais por uma passagem só de ida do que ida e volta

0

viagem

Quem já viajou de avião com certeza já se deparou com essa situação, que parece fazer pouco sentido: empresas aéreas cobrando o mesmo ou mais por uma passagem de ida do que por uma de ida e volta.

A BBC Mundo, o serviço em espanhol da BBC, comprovou isso ao entrar em um famoso site de compra de passagens aéreas e comparar os custos de voos entre duas capitais latino-americanas, com partida no dia 1º de fevereiro e retorno no dia 14 do mesmo mês.

A passagem de ida e volta mais barata de uma empresa conhecida na região custava US$ 644, mas se fosse comprada apenas a ida do mesmo trajeto, custaria US$ 666.

Assim, faria mais sentido para o consumidor que só precisa de ida comprar uma passagem de ida e volta e simplesmente jogar no lixo a segunda passagem.

Mas por que isso ocorre? Parte da explicação está no fato de que a compra de passagens só de ida dificulta o planejamento das companhias.

Com a incerteza de quando o passageiro voltará (provavelmente comprando mais uma passagem de apenas um trajeto), fica mais complexa a tomada de decisões sobre a disponibilidade de aviões e tripulações nesta rota específica no futuro.

Ao cobrar do cliente um preço igual ou maior pela ida do que pela ida e volta, a empresa está se protegendo das várias eventualidades que poderiam fazer com que ela perdesse dinheiro.

Por exemplo, se o passageiro decidir comprar a passagem de volta com outra empresa, reduzindo o número de pessoas que viaja no avião da companhia na viagem de volta, com esse sistema de preços, ela já cobre os custos desse passageiro “perdido”.

Isso ocorre principalmente quando há pouca concorrência, o que permite às empresas penalizarem economicamente quem compra só uma parte do trajeto.

Então, é inevitável ter de comprar sempre uma passagem de ida e volta, ainda que só seja necessária parte desse trajeto?

Não necessariamente. Em anos recentes, a concorrência vem aumentando e criando alternativas para o consumidor.

Mas ainda existem situações e países onde o consumidor não tem muita alternativa. Especialistas aconselham que, nestes casos, quando houver incerteza quanto à data de volta, que se compre uma passagem de ida e volta com milhas, o que pode evitar que haja muitas penalidades quando se muda a data de retorno.

Se você não tiver entendido completamente como funciona esse sistema de preços, não se sinta mal.

O consolo é que, com o aumento da concorrência entre as empresas, poderá ser mais fácil encontrar alternativas.

 


Rosie, a robô que detecta quando deputados usam mal o dinheiro público

Previous article

Como a tecnologia tem mudado o mercado de maconha nos EUA e famílias ficando milionárias

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade