MundoNotícias

Três brasileiros foram presos e depois liberados no Zimbábue

0

Os três brasileiros que estavam presos na África foram liberados no sábado (11). Eles foram detidos na sexta-feira por policiais locais em uma mina de diamantes localizada a cerca de 270 quilômetros de Harare, capital do Zimbábue, onde participavam de um evento que discutia a questão de exploração de minérios em comunidades da região.

A embaixada do Brasil no país enviou um representante para acompanhar e prestar apoio aos brasileiros detidos, que passaram mais de 15 horas na delegacia local. Segundo o Itamaraty, o diplomata os encontrou em boas condições de saúde, sem sinais de agressão e já acompanhados por advogados.

Os brasileiros foram liberados depois de passar por um procedimento judicial e pagar multas de US$ 100 cada um por terem sido encontrados em um local de entrada não autorizada. Após a audiência de conciliação, eles solicitaram auxílio à embaixada brasileira para voltar para a cidade de Harare.

Eles integram movimentos sociais no Brasil que defendem a popularização das decisões sobre mineração no país. Um dos ativistas preso é o Frei Rodrigo Peret, da Comissão Pastoral da Terra e os outros dois, Jarbas Vieira e Maria Julia Gomes Andrade, ligados ao Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM).

O coordenador Nacional do MAM, Beniézio Carvalho da Silva, informou à Agência Brasil que recebeu áudio dos militantes em que eles informaram que já estavam bem e acompanhados pelo Consulado brasileiro. Eles relataram que foram acusados de invadir uma área de segurança.

O evento do qual eles participavam era uma espécie de intercâmbio entre organizações que trabalham com comunidades afetadas pela exploração de minerais. As atividades terminariam segunda-feira, mas depois do ocorrido não há previsão de retorno dos ativistas ao Brasil.


Renova? Gols, passes e posicionamento: um check-up do momento de Robinho

Previous article

Traficante de mulheres na Espanha confessa em livro que muitas são brasileiras

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Mundo