ComunidadeNotícias

Legisladores de New Jersey votarão o projeto de legalização da maconha ainda este mês

0

Depois de meses de atraso e disputas de bastidores, espera-se que os legisladores estaduais finalmente comecem a votar na próxima semana na legalização da maconha para adultos com mais de 21 anos em Nova Jersey. E está recebendo o tratamento acelerado, embora os líderes legislativos e o governador Phil Murphy permaneçam em desacordo sobre detalhes da legislação.

Comitês separados da Assembleia estadual e do Senado se reunirão para uma  audiência de debate e devem votar no projeto de lei de legalização na segunda-feira, 26 de novembro, às 10h, de acordo com fontes familiarizadas com o plano. Os dois principais líderes do Legislativo estadual deram uma atualização na quarta-feira sobre o esforço para legalizar a maconha recreativa em New Jersey. As negociações sobre o projeto de lei de legalização (S2703) ficaram paradas nos últimos meses entre o presidente do Senado estadual Stephen Sweeney e Murphy, que discordaram sobre a alíquota do imposto e se uma nova comissão deve exercer controle sobre a nova indústria.

Sweeney, D-Gloucester, disse que ele e o governador democrata não concordaram com o projeto. Mas ele disse que não queria esperar mais. “Estamos conversando e é hora de seguir em frente”, disse Sweeney na noite de segunda-feira. “Espero que possamos chegar a um acordo com o governador”. Sweeney disse que prefere impor uma taxa de imposto de 12%, mais 2% para os municípios que estão dispostos a receber negócios relacionados à maconha. Ele não quer ir mais além porque teme que isso permitirá que o mercado ilegal prospere. No Michigan a taxa é de 10%, observou Sweeney. A taxa de imposto sobre a maconha do Michigan é composta por um imposto de 10% e um imposto sobre vendas de 6%, de acordo com relatórios publicados.

Murphy – assim como os legisladores que apoiaram versões anteriores da legislação – buscaram uma taxa de imposto de 25%. Murphy se recusou a dizer publicamente quanto está disposto a ceder. Espera-se também que as comissões legislativas atuem sobre a legislação (S10) que expandiria o programa de maconha medicinal, de acordo com o calendário legislativo mais recente. O número de pacientes registrados no programa de maconha medicinal, 35.700, mais do que dobrou no ano passado. Mas o programa ainda tem custo elevado para muitos, porque a cannabis de New Jersey está entre as mais caras do país, e os pacientes são obrigados a consultar seu médico a cada três meses para rever suas qualificações. A legislação (S2426) visa expandir o programa permitirá que a ida ao médico seja uma vez por ano para manter a sua elegibilidade.


Igreja católica de NJ publicará os nomes de todos os padres acusados de abuso sexual infantil

Previous article

Hondurenhos chegam à fronteira do México com os EUA e clima é de tensão

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade