BrasilNotícias

Brasileiro não está disposto a trabalhar como os chineses, diz jornal do país asiático

0

Os brasileiros não estão dispostos a trabalhar como os chineses por uma questão cultural, que cria barreiras para a indústria do país. Foi com essa opinião que o editorialista chinês Ding Gang apontou, em um texto publicado na semana passada em um jornal estatal da China, porque seu país conseguiu a industrialização enquanto o Brasil não.

O texto, divulgado na divisão internacional “Global Times”, é uma resposta a um artigo publicado por Bret Stephens no jornal “The New York Times” no dia 29 de novembro. Nele, o autor defende que a China não vai conseguir se desenvolver como se imagina, usando como exemplo a decadência da economia brasileira na última década – cuja promessa de ultrapassar grandes potências como o Reino Unido ficou para trás.

Chang, que afirma ter morado no Brasil por três anos, argumentou que, ao contrário da China, o país não tem vocação para a indústria por uma questão cultural.

“Os brasileiros não estão dispostos a ser tão diligentes e trabalhadores quanto os chineses. Nem eles valorizam a poupança para a próxima geração, como os chineses. No entanto, eles exigem o mesmo bem-estar e benefícios que os dos países desenvolvidos”, escreveu.

Segundo Chang, o Brasil nunca teve uma indústria de manufatura forte e sofisticada e, como resultado, a economia brasileira depende apenas da exportação de matérias-primas e commodities. “Em outras palavras, recursos abundantes limitaram o desenvolvimento da manufatura no Brasil”, disse o editor do jornal.

Ele admite que “pode parecer racista” julgar o desenvolvimento do Brasil por sua cultura, mas segundo ele, o artigo do New York Times teria cometido o erro básico de não ver as perspectivas de desenvolvimento de um país “com base no pleno conhecimento de sua cultura e tradição”.


Adolescentes na Indonésia fervem absorventes e bebem a água para ficarem “drogados”

Previous article

Atirador de Campinas usou pistola comprada ilegalmente, diz polícia

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Brasil