BrasilNotícias

Instituto Butatan e Fiocruz desenvolvem sistema de reconhecimento de tosse para usar no combate à Covid-19

0

O Instituto Butantan e a Fiocruz deram início nesta semana ao desenvolvimento de uma ferramenta de apoio para o diagnóstico a distância da covid-19 e de outras doenças pulmonares por meio de um sistema de reconhecimento de tosse.

A primeira fase consistirá na coleta de áudios da tosse de voluntários, que serão utilizados para “treinar” um modelo baseado em inteligência artificial desenvolvido pela Intel. Serão coletadas, pelo menos, 900 amostras, sendo 300 de indivíduos saudáveis, 300 pessoas com exames positivos para covid-19 e 300 voluntários com outras doenças pulmonares.

O diretor do Instituto Butantan e membro do Comitê de Saúde do Estado de São Paulo Dimas Tadeu Covas classifica a iniciativa como inovadora e destaca a importância da incorporação da inteligência artificial (IA) como ferramenta auxiliar de diagnóstico. “Na pandemia, a IA é mais uma forma de ampliar o acesso da população à saúde. Ao mesmo tempo, a ferramenta aumentará a rastreabilidade de infectados.”

Os interessados que tiverem mais de 18 anos já podem participar e ajudar na otimização da ferramenta virtualmente e de forma anônima, por meio do portal SoundCov (http://soundcov.com). O voluntário precisa gravar um áudio da sua tosse, de 30 a 60 segundos, pelo celular, e responder a uma pesquisa com alguns dados clínicos e da sua saúde atual, para que o sistema tenha mais informações na coleta de dados.

Na segunda fase, com as amostras coletadas, a previsão é que o serviço fique à disposição em 30 dias.


Donald Trump diz que aprovará reforma migratória por meio de “decreto”

Previous article

Brasil tem surto de sarampo e revive febre amarela durante a pandemia

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Brasil