DestaquesNotíciasUSA

Livre do impeachment Trump diz que movimento patriótico está só no começo

0

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump foi absolvido do impeachment pelo Senado no sábado, 13, em julgamento por “incitação à insurreição”. Por maioria dos votos republicanos, o político se livrou da acusação de ter incitado a turba de apoiadores a invadir o Capitólio em 6 de janeiro. Trump emitiu comunicado após a decisão e classificou o processo de “mais uma fase da maior caça às bruxas da história do país”.

“Nenhum presidente passou por qualquer coisa parecida com isso, que continua porque nossos opositores não conseguem esquecer os quase 75 milhões de pessoas, o maior número de votos para um presidente no cargo”, afirmou o ex-presidente americano na nota. A decisão favorável a Trump já era esperada, uma vez que o afastamento exigia dois terços do aval da Casa Legislativa, e só sete republicanos se dispuseram a votar contra ele.

Donald Trump também agradeceu aos políticos que se posicionaram contra a sua condenação. Disse que está orgulhoso dos membros do Congresso que “orgulhosamente defenderam a Constituição que todos nós reverenciamos e os sagrados princípios legais que estão no coração dos Estados Unidos”.

Por 57 votos a favor da condenação e 43 contrários, Trump foi inocentado da acusação de ter estimulado a invasão ao Capitólio, em 6 de janeiro, que visava impedir a certificação da vitória do presidente eleito Joe Biden. Para o impeachment se concretizar, eram precisos 67 dos 100 votos (ou seja, dois terços) do Senado, que hoje está divido entre democratas e republicanos (50 a 50).

Ao final do comunicado, Trump deu a entender que voltará a fazer parte da política americana no futuro. “Nosso histórico, patriótico e lindo movimento para fazer a América grande de novo está só no começo”. Se o processo de impeachment fosse adiante, Trump poderia ser sido impedido de concorrer às próximas eleições presidenciais, agora ele pode voltar a disputar o posto em 2024.


Câmara reativa Conselho de Ética e representa contra Daniel Silveira

Previous article

Reforma da imigração: Democratas apresentam seu projeto de lei ao Congresso

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaques