ComunidadeDestaquesNotícias

Policial de Newark atropela e mata mulher, depois dirigiu com o corpo no carro até a casa da própria mãe

0

Um policial de Newark atropelou e matou uma mulher e depois foi até a casa da própria mãe em busca de ajuda com o corpo da vítima no carro, de acordo com acusações publicadas na quarta-feira.

O oficial Louis Santiago enfrenta várias acusações pela morte de Damian Dymka, de 29 anos, incluindo homicídio, abandono do local de um acidente fatal, profanação ou movimentação de restos mortais, adulteração de evidências físicas, obstrução e má conduta oficial.

A mãe de Santiago, Annette Santiago, e Albert Guzmán, passageiro do carro de Louis Santiago, foram acusados ​​de profanar restos mortais humanos, conspiração para impedir a apreensão e adulteração das provas físicas.

De acordo com os promotores, Santiago e Guzmán, ambos com 25 anos, dirigiam um Honda Accord 2005 na Garden State Parkway na madrugada de 1º de novembro quando Santiago, que estava de folga no momento, atropelou Dymka, que estava andando no acostamento da estrada.

Em vez de ligar para o 9-1-1, eles supostamente deixaram o local, mas voltaram e colocaram o corpo no carro e dirigiram até a casa de Annette Guzman em Bloomfield para decidir o que fazer. Eles então teriam retornado ao local do acidente com Dymka, uma residente de Garfield que trabalhava como enfermeira.

De acordo com a promotoria, o pai de Santiago, um tenente do Departamento de Polícia de Newark, ligou para o 9-1-1 para relatar o acidente. Dymka estava morta quando a polícia estadual entrou em cena.

Os três réus foram libertados enquanto aguardam os primeiros comparecimentos ao tribunal, de acordo com a promotoria. A promotoria não respondeu imediatamente a uma mensagem solicitando informações sobre se algum dos três havia contratado advogados que pudessem comentar as acusações.


2.500 migrantes de caravana no México conseguem autorizações para permanecer no país

Previous article

Cuca minimiza ‘jogo da taça’ adiado no Atlético-MG: “Importante é ser campeão, não importa quando”

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade