ComunidadeDestaquesNotícias

Empresária brasileira fatura milhões de dólares com venda de brigadeiros nos EUA: ‘Pedacinho da nossa cultura’

0

O brigadeiro, doce genuinamente brasileiro, é uma paixão nacional que tem conquistado cada vez mais os estrangeiros. A empreendedora Renata Stoica sabe bem disso. Há quase oito anos, ela transformou o amor pelo chocolate em uma empresa no Vale do Silício, nos Estados Unidos. Nos últimos 12 meses, o negócio faturou mais de US$ 2,4 milhões.

Renata contou ao g1 que sempre ajudou sua mãe a fabricar doces caseiros, para vendê-los em Itapeva (SP), cidade onde viveu até os 18 anos. Segundo ela, os quitutes não foram apenas uma forma de sustentar a família, mas de reunir pessoas queridas.

Durante pandemia, empreendedora brasileira investiu em kits de brigadeiro  — Foto: Renata Stoica/ Arquivo Pessoal

“O chocolate está ligado à minha memória afetiva. Sempre ajudei a minha mãe com a fabricação dos chocolates e, com o tempo, esse sentimento se aflorou. Até mesmo na faculdade comecei a vender trufas e brigadeiros”, lembra a empreendedora. Apesar do envolvimento com a confeitaria, Renata se formou em enfermagem e atuou por alguns anos na área da saúde. No entanto, ela disse que estava infeliz e decidiu dar um rumo diferente para sua história: fazer um intercâmbio nos Estados Unidos.

“Minha intenção era aprimorar o meu inglês e trabalhar com fotografia, meu outro hobby. Durante esse período, conheci o meu esposo. Quando me mudei de vez para São Francisco, comecei a viver como os americanos. Um dia, fiz um brigadeiro para os amigos do meu marido e eles ficaram encantados. Foi aí que liguei os pontos e decidi transformar minha paixão em empreendimento”, explica Renata.

Moradora do interior de SP fatura milhões de dólares com venda de brigadeiros nos EUA  — Foto: Renata Stoica/ Arquivo Pessoal

A empreendedora também contou que teve dificuldades em introduzir o brigadeiro ao paladar e à cultura norte-americana. Por conta disso, ela fez algumas alterações nas receitas e abusou da criatividade para conquistar os clientes. “Foram meses de estudos até chegar a um resultado legal. Percebi que, para o americanos, o maior atrativo é a experiência de comer um doce brasileiro. Passei a focar nos eventos corporativos, onde eu ensino as pessoas a prepararem os brigadeiros. É uma conversa informal, divertida, como um pedacinho da cultura brasileira”, conta a empreendedora, que já chegou a prestar serviços para empresas como o Facebook, Apple e Google.

Vendas na pandemia

No início de 2020, Renata deu mais um passo e decidiu montar um espaço físico para receber os clientes. Porém, com o surgimento da pandemia da Covid-19, ela se viu desafiada. Pensando no distanciamento social e na continuidade das atividades, a empreendedora começou a criar eventos virtuais e a entregar kits, com potes de brigadeiros, aos clientes. A solução superou as expectativas.

Renata é de Itapeva e começou a vender brigadeiros nos EUA — Foto: Renata Stoica/Arquivo pessoal

“Os eventos virtuais expandiram o nosso serviço. Hoje, trabalhamos com diversas empresas, em mais de 50 países diferentes. No último ano, mais de 50 mil pessoas experimentaram nosso brigadeiro. Tem sido incrível, sem falar na geração de emprego”, relata. Atualmente, a empresa de Renata conta com mais de 40 colaboradoras, todas mulheres. Apesar do sucesso, ela afirma que ainda planeja expandir o serviço para mais pessoas. “Temos muitos projetos. Quero que os clientes levem o nosso brigadeiro para a casa, presenteie a família e os amigos. Tudo isso de uma forma sustentável. Por isso, estamos pensando em novas formas de produtos e serviços”, conta. // G1.


Phil Murphy toma posse mais uma vez como governador de New Jersey

Previous article

Mais imigrantes saem dos EUA em busca de asilo no Canadá

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade