DestaquesMundoNotícias

Reino Unido passa a usar as forças armadas para combater a imigração ilegal

0

O governo britânico confiou nesta quinta-feira (14) o controle das travessias ilegais do Canal da Mancha à Marinha Real e não à guarda costeira e construirá novos centros de recepção para imigrantes ilegais que chegam às suas costas.

“A partir de hoje, a Royal Navy assumirá o comando operacional no Canal da Mancha (…) para garantir que nenhuma embarcação chegue ao Reino Unido sem ser detectada”, anunciou o primeiro-ministro Boris Johnson, após assinar um controverso acordo com Ruanda para enviar os migrantes clandestinos a esse país africano.

Record day for migrant crossings as 482 cross English Channel on Wednesday | UK News | Sky News

Ruanda será paga para receber deportados

Ruanda assinou um acordo bilionário com o Reino Unido para receber solicitantes de asilo e migrantes que desejam chegar ao Reino Unido, anunciou o país africano nesta quinta-feira (14) como parte de uma estratégia do governo britânico para combater a migração irregular. “Ruanda felicita esta parceria com o Reino Unido para acolher solicitantes de asilo e migrantes e dar-lhes um caminho legal para a residência” no país africano, disse o ministro das Relações Exteriores, Vincent Biruta, em comunicado divulgado durante a visita da ministra do Interior britânica, Priti Patel.

Two British warships to head for Black Sea in May - The Sunday Times - World - TASS

Este anúncio antecipa um discurso que o primeiro-ministro Boris Johnson deve proferir nesta quinta-feira sobre o plano do governo para combater a imigração irregular e as travessias de barco pelo Canal da Mancha. Sob o acordo, Ruanda receberá 120 milhões de libras (157 milhões, 144 milhões de euros) para a “integração” de migrantes em comunidades em todo o país. “Trata-se de garantir que as pessoas sejam protegidas, respeitadas e capacitadas para perseguir suas próprias ambições e se estabelecer permanentemente em Ruanda, se assim o desejarem”, disse Biruta.


Covid: EUA estendem uso de máscaras em transportes por mais duas semanas

Previous article

Léa Campos: Homem Agressor

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in Destaques